Resenha do filme entre os muros da escola.

O filme acontece em uma escola francesa, onde há um choque de civilizações, diferença cultural e social. O semestre está começando e a equipe de professores se reúnepara se apresentarem, entre eles destaca o professor François Marin, que está com um grupo de alunos entre 13 e 15 anos, composto por negros africanos, asiático latino –americanos e franceses.
François, professor de francês, que pode ser visto como um educador, em um primeiro momento, mas também como uma espécie de colonizador. Seu esforçoem fazer com que seus alunos incorporem o idioma francês, pode ser interpretado como uma espécie de processo civilizador imposto a esses alunos de diferentes etnias.
Oque gera um conflito cultural é a linguagem, são longos diálogos entre alunos e professor. Em uma dessas conversas, desencadeia o problema entre o professor e algunsalunos. No caso do aluno Souleymane, é o garoto problemático que se indispõe com o professor e seus colegas, ao desrespeitar o professor, a escola realiza o conselho declasse para que decidam se o aluno permanece ou não na escola. Então decidiram pela expulsão do aluno. Mas o aluno já vinha dando trabalho nos outros anos, não levava omaterial para escola e sempre discutindo com o professor. A outra aluna que se destaca também é Khaunha, a aluna é chamada de insolente por se recusar a atender uma ordem doprofessor.
Tem outro aluno, de outra etnia que se esforça a assimilar a cultura francesa. Os professores lamentem a possibilidade de deportação do chinês Wei, o alunodedicado e bom moço.
O término do filme se dá com o professor reunindo seus alunos e perguntando sobre o que aprenderam durante o ano.

Filme: Entre os muros da escola.