Resenha do filme desmundo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1065 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 29 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
|NOME DO ALUNO: |ALEXANDRE TORRES DE FARIAS |
|MATRÍCULA: |20110136811-1 |
|  | |
|DISCIPLINA: |HISTÓRIA DO DIREITO BRASILEIRO |
|DATA: |13/03/2011 |
||
|RESUMO DO FILME DESMUNDO |

Desmundo é baseado em um livro de Ana Miranda, em 1570 época colonial do século XVI, onde conta a história de uma jovem portuguesa órfã vinda dePortugal juntamente com outras portuguesas com objetivo de despojar os demais colonos.
Oribela e as demais órfãs são levadas para um lugar onde serão oferecidas aos seus pretendentes por uma intermediária com intuito de casarem e reproduzirem filhos. Os “maridos” valorizavam sua etnia e cor branca de modo que eram obrigadas a se entregar para o escolhido.
A Personagem principal querepresenta a esposa é filha de mercador de origem cristã portuguesa, jovem religiosa que apresenta-se muito contraria a situação. Ao ser escolhida rejeita o pretendente cuspindo em sua cara. Após ser levada em seu quarto a jovem se nega a ter relações com o marido, personagem Francisco de Albuquerque, que logo no decorrer da história irá consumar o casamento através da união sexual. Ela então lhe pedetolerância a fim de que se acostumasse com a presença do marido e, conseqüentemente, desenvolvesse uma relação de afeto.
O filme é retratado na propriedade de Francisco de Albuquerque onde mora com sua mãe e uma criança com problemas mentais, sendo utilizado mão de obra indígena capturados nas florestas.
John Manuel Monteiro, na sua obra “Negros da terra, índios e bandeirantes nasorigens de São Paulo” descreve-nos os assaltos que os colonos faziam a centenas de aldeias indígenas em várias regiões, trazendo milhares de índios de diversas sociedades para suas fazendas e sítios na condição de “serviços obrigatórios”. Chegou a formar-se um sistema de abastecimento de escravos indígenas, que foi inclusive estimulado pelas autoridades régias, em conlúio com os colonos de SãoVicente, Santos e Rio de Janeiro. O autor aponta que a principal função das expedições residia na reprodução física da força de trabalho e não no abastecimento dos engenhos do litoral, embora alguns nativos tenham sido entregues aos senhores de engenho.
Oribela em determinado momento decide fugir mas fracassa ao perder a embarcação para Portugal. Acorda com três homens tentando estuprá-la aforça, neste momento temos o personagem Francisco que aparece com armas e a companhia de seus índios e escravos atirando contra os estupradores, defendendo sua propriedade. Revoltado, resolve prendê-la em um quarto e sai em caçada sem a companhia de sua esposa. A vida da mulher naquela época de colonização eram de poucas atividades, em geral cuidar da casa, lavar roupas, satisfazer seu marido e comopeça na engrenagem da vida, sendo reprodutora.
No decorrer da história, em determinada situação, acontece atritos entre o padre jesuíta e Francisco na qual não conseguem o entendimento.
Francisco é proibido de vender mais escravos e índios por menos lotes equivalentes ao valor dos mesmos, chocando a figura de divindade da igreja e no papel de padre, o qual colocou sua opinião pelo...
tracking img