Resenha do edipo rei

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (936 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA CRÍTICA DO LIVRO “REI ÉDIPO”

A tragédia de “Édipo Rei” escrito por Sófocles, é um dos pilares da psicanálise clássica.
Freud se baseou neste mito para formular o conceito do Complexo deÉdipo, a preferência velada do filho pela mãe, acompanhada de uma aversão clara pelo pai.
A história, conta sobre um rapaz -Édipo- que se casou com sua própria mãe e matou seu pai, sem ter a menornoção do que fazia. Quando a verdade foi revelada Jocasta -mãe e esposa de Édipo- se mata e Édipo fura seus próprios olhos, pois depois que descobriu a verdade não via mais nenhum modo de olhar omundo.
O livro ajuda bastante a compreender melhor o Complexo de Édipo, que começamos a estudar em sala, em Infância e Adolescência, pois foi este mesmo que ilustrou para Freud a ideia de que o filho temalgo “contra” o pai inconscientemente, mas só por querer ser igual, ou melhor, a ele, querendo tudo o que o pai tem inclusive a mãe.

RELATÓRIO DO LIVRO “ÉDIPO REI” – SÓFOCLES

O livro “ReiÉdipo” trata da tormenta vivida por Édipo ao saber pela profecia de Delfos que irá matar o pai e desposar a mãe. 
Édipo nasceu em Tebas. Era filho do Rei Laio e Jocasta. Certa ocasião, o oráculo profetizouque Laio seria morto pelo próprio filho. Assim, Édipo foi entregue a um pastor do Monte Citéron, com os tornozelos perfurados para que não pudesse se locomover, ou seja, estava entregue à morte.
Noentanto, esse pastor ficou comovido e entregou a criança a outro homem, que por sua vez, levou o menino para o Rei de Corinto - Pólibo, que não tinha filhos.
Édipo crescia ao mesmo tempo em queaumentavam os comentários de que ele não era filho legítimo de Pólibo, mesmo tendo o Rei lhe assegurado tal informação. Para sanar suas dúvidas, Édipo vai a Delfos consultar o oráculo.
O oráculo nãolhe revela os pais verdadeiros, mas lhe conta que é destinado a matar o pai e casar com a própria mãe. Horrorizado, Édipo deixa Delfos disposto a nunca mais retornar a Corinto, onde viviam Pólibo e...
tracking img