Resenha do artigo “do trabalho ao emprego: uma releitura da evolução do conceito de trabalho e a ruptura do atual modelo”

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (852 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Psicologia
Resenha do artigo “Do trabalho ao emprego: Uma releitura da evolução do conceito de trabalho e a ruptura do atual modelo”

O artigo “Do trabalho ao emprego: Uma releitura daevolução do conceito de trabalho e a ruptura do atual modelo” em estudo foi elaborado em maio de 1997 por Nelson Colossi, Aldo Cosentino e Luciano D. Giacomassa. Sendo o primeiro Doutor emAdministração pela George Washington University e professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e os demais mestrandos do curso de pós graduação em Administração da CPGA/UFSC
No artigo,os autores discutem sobre o significado do trabalho, da sua origem até os dias atuais falando sobre como a evoluçao tecnológica e as mudanças na relação capital-trabalho-emprego vão gradativamentemudando o conceito de emprego para o de empregabilidade. O artigo aborda uma versão do direcionamento que o atual mundo dos empregos está tomando; enfoca a ruptura nas relações capitaltrabalho-emprego,mostrando uma nova versão do significado de trabalho dentro do contexto em que o mundo dos empregos está entrando.
Primeiramente, são dados os significados do trabalho ao longo da história, para,então, discursar sobre como o conceito de trabalho foi aos poucos se tornando o de emprego, e, por fim, mostrar como houve uma ruptura no modelo de trabalho e como surgiu o conceito de empregabilidade parase adequar às novas relações de trabalho.
De acordo com o artigo o trabalho tinha diferentes significados dependendo da região e da cultura do povo. Na Grécia antiga o trabalho era tido comoatividade de grande prestígio, especialmente a agricultura, pois naquela época era considerado o valor de uso do produto produzido. Já os Gregos dividiam o trabalho em labor(passivo e submisso a forças danatureza e feito pelos escravos), em poiesis (produto não é essencial à vida e feito pelos artesãos) e a práxis (atividade dos homens livres, que era o uso da palavra, os discursos como maior...
tracking img