Resenha de machado de assis sobre seus contos.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1701 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Enredo de O Machete

No conto O Machete, de Machado de Assis, O principal protagonista, Inácio Ramos, era um músico humilde, que morava com sua velha mãe num subúrbio carioca e “vivia de algumas lições que dava” e de tocar sua rabeca “ora num teatro, ora num salão, ora numa igreja”. Nas horas vagas, Inácio estudava violoncelo, instrumento que considerava sublime, ao qual fora iniciado, no tempode sua juventude, por um artista alemão que estivera no Rio de Janeiro para uma turnê. Reservava o violoncelo para o aperfeiçoamento musical no convívio íntimo, cujos resultados eram testemunhados por sua mãe, única espectadora de seus serões domésticos.
Após sua morte, Inácio casou-se com Carlota, jovem de dezessete anos, filha de um comerciante de pequena monta, um “homem que trabalhou a vidatoda como um mouro para morrer pobre”, deixando a filha, “cuja única riqueza era a beleza”.
Carlota logo deu à luz a um filho e Inácio parecia ter realizado o seu ideal de felicidade, uma “vida de arte, paz e ventura doméstica”. O músico passou até a apresentar suas poucas composições para violoncelo a um círculo íntimo de amigos, por sugestão de Carlota.
Os saraus domésticos se tornaram maisfreqüentes com a incorporação ao grupo de dois amigos, Amaral e Barbosa, estudantes de direito em férias, que se haviam impressionado ao ouvir a execução de Inácio, quando passavam em frente à casa da família Ramos. Barbosa tocava melodias populares em seu machete (cavaquinho) e, pouco a pouco, conquistou a atenção dos presentes nos saraus em que tocava incentivado por Carlota, nas casas davizinhança. Sua performance e seu estilo contrastavam com a sóbria gravidade de Inácio ao violoncelo. Ainda assim, nos serões entre os Ramos, geralmente o convidado finalizava com o machete o que o anfitrião iniciava.
A popularidade e o reconhecimento de Barbosa afetaram a Inácio, que se tornou melancólico e desinteressado de seu instrumento, professando o desejo de aprender machete e até de “fazeruma coisa inteiramente nova; um concerto para violoncelo e machete”. No final do conto, Amaral, que se tornara amigo e confidente de Inácio, vai visitá-lo durante as férias, quando o encontra em sua casa, tocando o violoncelo em frente a seu filho, que brincava no chão, e evidenciando um forte abalo moral. Sua esposa Carlota o abandonara e partira com Barbosa. Nas palavras de Inácio, “ela foi-seembora, foi-se com o machete. Não quis o violoncelo, que é grave demais. Tem razão; machete é melhor.” Pouco após esta declaração o músico enlouqueceu.

Personagens

• Inácio Ramos – Principal
• Carlotinha – (Esposa de Inácio).
• Barbosa
• Amaral
• Pai e Mãe de Inácio
• Velho Alemão instrumentista que tocava Violoncelo


Narrador

Onisciente

Relação Musica historia

A moral ou aquestão maior que parece estar como pano de fundo deste conto é o contraste entre a música popular e erudita, representado no confronto ou impossibilidade de conciliação entre personagens de Carlotinha, representando o gosto pela música popular.
O gênero erudito é associado, no conto, ao tipo do som, grave e profundo, produzido pelo violoncelo, por sua vez correspondente ao estilo metódico e aotemperamento calmo de Inácio. Por outro lado, o gênero popular é relacionado ao som rascante e agudo do machete, bem como à frivolidade e vulgaridade de Barbosa. No final do conto, porém, evidencia- se a fragilidade do primeiro estilo na vida prática. Inácio, com a gravidade de seu instrumento, de sua música e de sua personalidade, foi incapaz de manter Carlota, que se rendeu aos encantos domachete.






Enredo de Trio em Lá menor


O conto foi escrito em quatro partes, nomeadas como movimentos de uma peça musical: Adagio cantabile, Allegro ma non troppo, Allegro apassionato e Menuetto.
No primeiro “movimento” Maria Regina é considerada “desmiolada” até pelas amigas do colégio, em virtude de sua imaginação insaciável, já que “pensava amorosamente em dois homens ao mesmo...
tracking img