Resenha de artigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (393 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[ INSTITUIÇÃO ] CELER FACULDADES

[ CURSO ] DIREITO

[ TURMA ] 404

DISCIPLINA: [METODOLOGIA CIENTÍFICA ]

PROFESSOR: [ROBERTABIANCHI ]

ACADÊMICO: [JORGE C.BARBOSA JR ]





[ Revista veja ,edição 2286-ano 45 -12 de setembro de 2012

Esta é uma reportagem que aborda um tema delicado ao olhos do mundo : a morte .

Ainda mais agora que o CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA muda toda aconduta dos médicos brasileiros ao reconhecer a legitimidade do testamento vital .

A revista veja no mês de setembro de 2012 publicou uma matéria que fala do testamento vital,um documento pessoal eintransferível cujo o objetivo é fazer valer as escolhas dos pacientes em um quadro terminal.

No Brasil raros acordos semelhantes já vinham sendo firmados entre médicos e pacientes , porem agora esseacordo se torna legal perante ao (CFM), que alterou a determinação publicada no código de ética Médica Brasileiro, de 2009 ,uma histórica decisão para a medicina no Brasil onde se dá ao paciente totalautonomia sobre seu destino .

Podemos dizer que essa lei vai geral um desconforto para os familiares de pacientes com doenças terminais , pois o testamento vital pode ser feito apenas em um acordoverbal com o médico ou pode ser um pedaço de papel assinado pelo médico e o paciente .

Porém, a revista veja diz que “é crucial , que o testamento seja discutido com um especialista, para não havernenhum conflito ético médico “ . Se para alguns, ter de cancelar um passeio com a família para iniciar uma quimioterapia é sinônimo de fim , para outros estar ligado a aparelhos de uma UTI de modo ase manter-se vivo significa o derradeiro esforço pela vida .

Esse testamento vital nos faz pensar no fim ,algo que evitamos com avidez. Ninguém esta programado para morrer , não com data marcada...
tracking img