Resenha - curriculo, cultura e sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (988 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MOREIRA, Antonio Flávio e SILVA, Tomaz Tadeu da, Currículo, Cultura e Sociedade/ Antonio Flávio Moreira e Tomaz Tadeu da Silva (orgs.); tradução de Maria Aparecida Baptista – 4. Ed. – São Paulo,Cortez, 2000.

Resenhado por Hiolete Batista Souza e Tárcia dos Santos Pereira, acadêmicas do curso de Pedagogia da Universidade do Estado da Bahia, Currículo.


Currículo, Cultura e SociedadeInicialmente o texto de Antonio Flávio e Tamaz Tadeu argumenta o surgimento de um novo campo, considerando um ponto em comum na teoria de diferentes autores, isto é, a rigidez na elaboração do currículoescolar, sendo seu objetivo principal manter os alunos focados em suas atividades escolares.
Enfatizam ainda que a garantia do sucesso profissional é dependente de uma boa trajetória escolar. “Naescola, considerou-se o currículo como instrumento por excelência do controle social que se pretendia estabelecer. Coube, assim, à escola inculcar os valores, as condutas e os hábitos ‘adequados’.”(MOREIRA e SILVA, 2000).
Entretanto, a presença de crianças filhos dos imigrantes e a mudança na economia promoveu uma necessidade de adaptação do currículo. À escola caberia o papel de ensinar epreservar a cultura local . Mas será mesmo necessário que ao mudar de cidade precisa mudar também os valores e cultura? É aceitável e indispensável que se conheça a nova cultura local, mas isso nãosignifica que se deve abandonar a sua própria.
Com as primeiras tendências no campo curricular (novo campo) pode-se perceber que tanto escolanovismo e tecnicismo teve diferentes repercussões nastransformações sociais, políticas e econômicas pela qual passava o país. Nos anos 60 a sociedade americana se deparou com uma serie de problemas envolvendo questões morais e sócias, gerando então uma crise quedela resultou em duras críticas às instituições por serem tradicionais, violentas, entre outras. Mas será que essas críticas ocorriam porque as crianças de classes dominantes estavam sendo também...
tracking img