Resenha critica palestra jorge amado narrador do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Engenharia de Produção – UNIJORGE



INTRODUÇÃO

A palestra do Dr. Eduardo Assis Duarte aborda o tema: Jorge Amado, narrador do Brasil! Nesse ano do centenário de um dos autores Brasileiros mais conhecidos no mundo, falar de Jorge é inevitável.

Escritor, formado pela faculdade de Direito do Rio de Janeiro, Jorge nunca exerceu a profissão. Dedicou sua a vida a mostrar em seus romances arealidade brasileira, foi militante político e participou diretamente de episódios importantes da história Brasileira. Foi preso, exilado, proibido de publicar sua obras e nada disso nunca abalou sua vontade em mostrar a Bahia, o Brasil que ele tanto amava.

Por mais que seja um tema que por si só já chama atenção, o palestrante ao falar de Jorge e de suas obras faz com que ,a imaginação dosouvintes viaje em toda a história,em toda magia que é a vida desse que foi e é uma pessoa de suma importância para esse nosso país que como ele mesmo citou: “ Não é só um país bonito por natureza, é um país com problemas que ainda se agravam”.

ATUALIDADE DO TEMA

2012, ano do centenário de Jorge Amado. Se estivesse vivo , nosso amado escritor teria completado em 10 de Agosto, um século. Como nãofalar de Jorge? Essa pessoa de origem humilde (o pai dele era rico, na palestra informou isso!!) que fez parte ativamente de fatos importantíssimos da nossa história.

Mesmo depois de ter nos deixado, Jorge é e será por toda história elemento de conversas e tema de palestras, seminários e teses. Sua vida, suas obras, tudo o que envolve o autor fisga o ouvinte em qualquer que seja a situação.E para os alunos da UNIJORGE (Centro Universitário Jorge Amado) é importante e interessante saber um pouco da história desse que da nome a nossa instituição.


RESUMO
Palestra: Jorge Amado, Narrador do Brasil. Jorge Amado de Faria nasceu no dia 10 de agosto de 1912,em Ferradas distrito de Itabuna – BA. Aos 16 anos emprega-se como repórter policial no "Diário da Bahia".Em 1931, aos 18 anos,Jorge vê publicado seu primeiro romance, “ O País do carnaval” , com tiragem de mil exemplares. Seu livro recebe criticas positiva e torna-se sucesso de publico. Em 1933, impressionado com a realidade dos trabalhadores rural nas fazendas de cacau da Bahia, publica “Cacau” com tiragem de duas mil copias. No romance ele fala sobre as novas formas de escravidão. Os livros se esgotam em um mês. Se filiaao Partido Comunista Brasileiro (PCB), 4 anos depois é preso acusado de participar da Intetona Comunista. Logo depois, escreve “Capitães de Areia” durante uma viajem pela America Latina. Essa foi a primeira vez que “meninos de rua” tiveram um romance contando suas histórias. Mesmo estando fora da Bahia, Jorge consegue passar no livro toda a essência de Salvador. Ao retornar, foi preso novamente,devido à supressão da liberdade política decorrente da proclamação do Estado Novo (1937­1950). Em Salvador, mais de mil exemplares de seus livros foram queimados em praça pública pela polícia do regime. Em 1945, se muda para São Paulo onde é eleito Deputado Federal. Algumas de suas propostas, como a que instituiu a liberdade de culto religioso, foram aprovadas e viraram leis. Alguns anos depois,porém, o partido foi colocado na clandestinidade e Jorge Amado teve o mandato cassado. Jorge torna-se uma espécie de escritor político. É a literatura de combate e denuncia. Em seus romances ele fala sobre a desigualdade econômica e social, sobre as formas de escravidão mesmo depois da Lei Áurea. Mostra a realidade das mulheres, que eram vitimas do machismo. Fala do preconceito e do racismo. Em seuromance “Jubiabá” , cria o primeiro herói negro: Antônio Balduino. Em “Gabriela”, ele consegue contar a história de 5 mulheres diferentes em épocas diferentes e a evolução dessas mulheres. Em uma citação Rose Batist falou sobre Jorge: - “Jorge Amado universaliza a Bahia, o Brasil ...” Jorge teve seus livros traduzidos em vários idiomas e a repercussão dos seus romances tomaram não só o Brasil...
tracking img