Resenha critica do filme "fale com ela"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1210 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA CRITICA DO FILME "FALE COM ELA"
“Fale com ela” é uma historia baseada, predominantemente, na perspectiva masculina de Benigno e Marco sobre as reflexões de seus relacionamentos. O primeiro é um enfermeiro cujo apartamento fica em frente de uma academia de balé. Ele fica freqüentemente na janela da sua casa, vendo uma das bailarinas, Alicia, por quem acaba se apaixonando. O segundo, porsua vez, é Marco, um escritor que tenta esquecer seu antigo amor se envolvendo com outra mulher, a toureira Lydia. Por coincidência, Lydia também tinha um grande amor que acabou antes de conhecer Marco. Benigno e Marco, os dois personagens principais do filme, se conhecem em um hospital onde, por motivos distintos, se vêem na mesma situação: com duas mulheres amadas em coma.
Alicia era uma jovembailarina que entrou em coma depois de um acidente de carro. Após o acidente, Benigno, um enfermeiro que cuidou de sua mãe doente até a morte da mesma passa a cuidar de Alicia. Ele passa a cuidar dela, mas a atenção que dispensa com Alicia é totalmente acima do normal. Além disto, Benigno fala com ela o tempo todo, movido por um misto de fé e amor, pois crê que de alguma forma ela possa ouvir. Apósquatro anos, a situação de saúde dela está inalterado e a dedicação que Benigno sente por ela também. Toda esta dedicação e cuidado são quase comparados com uma doentia fixação de Benigno por Alicia.
Já Marco é um escritor que se interessa pelo desfecho do caso amoroso da toureira espanhola Lydia e, a partir disso, Marco e Lydia começam um romance. Tudo está bem até que, em uma de suasapresentações como toreira, Lydia é atingida pelo touro, entrando em coma. Por coincidência ela é internada no mesmo hospital onde está Alicia e logo Benigno e Marco desenvolvem uma relação de forte amizade, pois eles compartilham a mesma experiência. Marco não consegue lidar com a amada inerte e se mostra incapaz de dar vazão aos seus sentimentos frente à Lydia em estado de coma. Contudo vê a posição deBenigno com Alicia e começa a interagir com o estado de Lydia, quando recebe um conselho de seu amigo Benigno que diz, simplesmente: fale com ela. Para Marco aprender a amar verdadeiramente, ele deve aprender a “falar com ela”, a construir para si um mundo de desejo em que o amor seja mais forte que a realidade. Benigno é o grande responsável por ensinar Marco a continuar amando Lydia, mesmo semresposta. Eles representam dois homens que estão diante de um grande desafio que é cuidar de suas amadas em coma, o que pode levá-los a conviver com a insegurança e com as frustrações. Em um dos momentos do enredo, Benigno chega a falar para Marco que “O cérebro da mulher é um mistério. Ainda mais nesse estado.” Os personagens masculinos, neste momento, deixam transparecer seus anseios e insegurançasao estarem frente ao sexo oposto. O filme trata o tema de que as mulheres são um mistério para os homens e, mesmo sem participação ativa no filme, as mulheres são tão intensas como se estivessem em plena consciência. Apesar da ajuda de Benigno, Marco deixa Lydia quando descobre que ela havia reaproximado do seu antigo amor e, logo após, Lydia morre.
Existe, em “Fale com ela”, um sentido deurgência e de pró-atividade que já é apresentado a partir da interpretação do título da obra que é um verdadeiro comando mental dotado de uma imperatividade. Nesta concepção, as pessoas devem agir, sob pena de esvair a oportunidade e o fracasso se tornar inevitável. Este é um filme sobre a comunicação através da palavra e a necessidade de “falar com elas” se dá justamente pela ausência: “A ausênciadura, preciso suportá-la. Vou então manipulá-la, abrir o palco da linguagem (a linguagem nasce da ausência) [...]. Essa encenação lingüística afasta a morte do outro: diz-se que um pequeno instante separa o tempo em que a criança ainda acredita que a mãe está ausente daquele em que acredita que ela já está morta. Manipular a ausência é alongar esse momento, retardar tanto quanto possível o...
tracking img