Resenha critica da obra metafisica de aristoteles

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1408 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
LEONOR GULARTE SOLER - RA: 078688

RESENHA CRÍTICA DA OBRA METAFÍSICA DE ARÍSTOTELES

Centro Universitário Claretiano
Licenciatura em Filosofia
História da Filosofia Antiga
Professor: Fernando H C de Oliveira

Polo Pelotas
2011

RESUMO

O objetivo deste trabalho é apresentar uma resenha critica com base na leitura da obra Metafísica, de Aristóteles, apontando as principaiscategorias reveladoras do Ser e como elas estão ligadas a sua teoria teleológica.



SUMÁRIO
INTRODUÇÃO ....................................................................................... 4
A METAFISICA ..................................................................................... 5
CONCLUSÃO......................................................................................... 8
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ................................................... 9

INTRODUÇÃO

Vamos adentrar um pouco no universo Aristotélico conhecendo os conceitos sobre a natureza da existência onde, Aristóteles como fundador da anatomia e da fisiologia comparada, chama a Ciência do Ser, como “Filosofia primeira” ou Metafísica. Porémo que podemos entender por verdadeiro Ser? Segundo ele o verdadeiro Ser não é algo universal. Existe em cada Ser algo simples e indivisível que se opõe a todo o resto e se distingue dele. Somente os indivíduos são verdadeira e propriamente seres, substâncias, unidades, pois somente eles existem em si. No indivíduo mesmo, o que constitui a existência real é a atividade. Ser é agir e agir éexistir. É a atividade que constitui o fundamento da existência. Aristóteles restabelece esta noção como fundamento de toda sua filosofia.

A METAFÍSICA

O objeto de investigação da Metafísica não é qualquer ser, mas do ser enquanto ser. Os filósofos hoje ditos "pré-socráticos", procurando explicar a existência física do mundo, teriam considerado apenas a causa material em suaformação 4 , ao passo que Aristóteles aponta a existência de outras três, a eficiente, a formal e a final. As quatro causas seriam quatro sentidos de responder à pergunta por quê? E encontrar o que é primeiro em algo é conhecer o que lhe é próprio, seus atributos essenciais, opostamente aos atributos acidentais. A ciência superior do ser enquanto ser, portanto, seria também a ciência dos primeiros princípiose das primeiras causas. Delimitar os contornos desta ciência  5 , é o que é tratado na Metafísica. Substância, qualidades (como a beleza e a fealdade), quantidade (como a extensão ou duração) e relações (como a igualdade ou desigualdade, superioridade e inferioridade) são alguns princípios ou categorias do pensamento, de acordo com Aristóteles, este eleva algumas vezes, até dez o número decategorias, mas tudo termina por reduzir-se aos ter grupos principais que são além do ser em si mesmo, que se diz que uma coisa é, a saber: por acidente, como verdadeiro e como falso e em potência e em ato. 6 
Veja o que diz Aristóteles:
As palavras sem combinação umas com as outras significam por si mesmas uma das seguintes coisas: o que (substância), o quanto (quantidade), o como (qualidade), com oque se relaciona (relação), onde está (lugar), quando (tempo), como está (estado), em que circunstância (hábito), atividade (ação) e passividade (paixâo). Dizendo de modo elementar, são exemplos de substância, homem, cavalo; de quantidade, de dois côvados de largura, ou de três côvados de largura; de qualidade, branco, gramatical; de relação, dobro, metade, maior; de lugar, no Liceu, no Mercado;de tempo, ontem, o ano passado; de estado, deitado, sentado; de hábito, calçado, armado; de ação, corta, queima; de paixão, é cortado, é queimado (Cat., IV, 1 b).

Se diz que uma coisa é, a saber: por acidente, como verdadeiro e como falso e em potência e em ato. 6  O ser acidental pode ser dito como verdade, mas não uma verdade necessária ou habitual, e sim contingente. O ser...
tracking img