Resenha critca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (365 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
RESENHA CRITICA
O filme Soldados Bufalos foi dirigido pelo produtor Charles Haid nos Estados Unidos, onde conta historia, baseada em fatos reais sobre uma unidade da cavalaria americana que serviuna fronteira ocidental, onde o espírito, integridade e dignidade da equipe foram colocados à prova. O sargento Washington Wyatt, um escravo livre, lidera bravamente sua tropa, com um inabalávelcompromisso frente ao governo que defende. Mas sua dedicação é fortemente desafiada quando ele e seus homens são arremessados no meio da guerra dos Apaches, entre duas poderosas facções indígenas - e overdadeiro exército para o qual trabalham. Brutalizados pelos inimigos e tratados com desrespeito pelo general que os comanda, estes determinados homens avançam para encerrar um crucial capítulo nahistória do Oeste Americano.
Nesse filme podemos notar como esses soldados negros são diferenciados dos demais, o fator racial predomina nessa questão onde os negros eram vistos como ferramentas a seremusadas pelos brancos e onde não possuíam voz própria .Podemos relembra com essa obra o evolucionismo de Laraia onde involuntariamente forneceu as racistas esse poder de superioridade através da escala deevolução, classificando assim diferentes sociedades.
Quando esses soldados se deparam com os índios veem nesses pessoas normais mas também o consideram inferiores a eles. A cena que exemplifica essaquestão é quando o primeiro sargentos e questionado sobre sua lealdade aos homem que os escravizaram, nesse momento podemos ver o quando são parecidos. A visão etnocêntrica dos comandantes éconsiderada a correta por isso faz com que os soldados sigam as ordens cegamente e não escute as experiências desse homens. Os índios não querem ser igual a esses soldados por isso pretendem morre aentregar sua liberdade nas mãos desses.
‘’(...)um povo ou uma pessoa, que se recuse a trabalhar como escravo, numa lavoura que não é a sua, para a riqueza de um colonizador que nem sequer é meu amigo:...
tracking img