Resenha bordignon, genuíno, gestão democrática da escola cidadã

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1157 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE UNIGRANRIO

UNIGRANRIO










FABIANA BARBOSA







GESTÃO EDUCACIONAL













Trabalho apresentado à professora Maria Luiza da disciplina Gestão educacional do curso de Pedagogia da Universidade Unigranrio









Duque de Caxias2012

BORDIGNON, Genuíno, Gestão Democrática da Escola Cidadã. in: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria (Orgs). Ensino Médio: Ciência, Cultura e Trabalho, Brasília: MEC, SEMTEC, 2004.

Fabiana Barbosa



Genuíno Bordignon é Graduado em Filosofia (Bacharelado e Licenciatura) pela UNIJUI. Especialização em Planejamento e Administração de Sistemas Educacionais pela IESAE/FGV. Mestreem Educação – Adm. de Sistemas Educacionais pela FGV/IESAE. Presidente da Comissão de Educação Superior; Membro efetivo da Câmara de Educação Básica e da Câmara de Planejamento e Legislação e Normas; Membro suplente da Câmara de Educação Profissional.

O texto  que ora resenhamos  vem aprimorar as discussões a cerca da democratização nas Escolas Públicas. O autor tem como ideia principalprovocar uma reflexão sobre o principio constitucional da Gestão democrática na Escola pública. A obra esta estruturada em cinco tópicos.

 No primeiro tópico o Autor fala sobre o princípio da Gestão democrática no ensino público que se deu pela Constituição de 1988, remetendo a Lei a sua regulamentação, porém a LDB (Lei º: 9.394/96) remete aos sistemas de ensino a definição das “normas deGestão democrática no ensino público na educação básica”, considerando a garantia de “participação dos profissionais da educação na elaboração do projeto pedagógico da escola” e a “ participação das comunidades escolar e local em conselhos escolares ou equivalentes” (arts. 3º e 14).
             Entendemos que o envolvimento e participação do profissional de educação na elaboração do projeto pedagógicoda escola vêm sendo primordial, tal como na constituição do conselho escolar, sendo estratégias da Gestão democrática, os sistemas de ensino definirão as normas para a gestão democrática na escola pública.

A LDB nos artigos 12 e 13 fornecem um espaço de Autonomia para a escola ao atribuir-lhes responsabilidades tais como “elaborar e executar sua proposta pedagógica” e ao permitir que osprofessores participem da elaboração desta proposta.

    O segundo tópico falaremos da relação entre educação e cidadania, onde a cidadania ganha cada vez mais centralidade nas reflexões pedagógicas, situando-se como a intencionalidade da educação. Com base na LDB, é atribuída a educação, entre outras, a finalidade do “preparo para o exercício da cidadania”, em contrapartida o autor dizque a educação será sempre o próprio “exercício da cidadania”, estando sempre em processo de autoconstrução, de autonomia no sentido de exercer o poder.

              Na dimensão jurídica, a cidadania passou a caracterizar o relacionamento entre pessoa natural e a sociedade política, representada pelo Estado, indicando sua nacionalidade e atribuindo-lhe direitos políticos. Na dimensão politicaatual, para uma melhor compreensão podemos analisar o conceito de cidadania sob três aspectos:  Aspecto Civil – Relativo a nacionalidade, sentimento de pertença a um grupo social e requer uma ordem de direitos e deveres e a igualdade social.   Aspecto político – Poder que exerce, em toda trajetória de vida, pela pertença e por meio da ação nos grupos sociais.  Aspecto Social – Qualidade de vidapara todos, ao acesso aos bens coletivos , á inclusão social, à superação das desigualdades.


              Essa geração de cidadania traz três conceitos fundamentais: pertença a um grupo social, autonomia na relação com o outro e exercício do poder político.

              A cidadania é uma construção social, uma relação com o outro, de pertença a um grupo, que vincula o destino pessoal ao...
tracking img