Resenha administração cientifica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1393 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha critica administração científica
Curso: Engenharia de Produção

Palavras-chave: Taylor, produção em massa, administração cientifica.

No século XVIII, ocorreu a revolução industrial, que foi produto de dois eventos: o surgimento das fábricas e a invenção das máquinas a vapor, revolucionando a produção e aplicação dos conhecimentos administrativos e criando uma nova personagem social,a empresa industrial.
Neste período surgiram inúmeras tendências administrativas, sendo a Inglaterra o primeiro país a realizar esta transição. O sistema de fabricação utilizado era o sistema de fabricação para fora (putting-out system), onde os capitalistas entregavam matérias primas e maquinas de produção de têxtis para as famílias, que recebiam pagamento por peças. Este sistema tinha grandesdesvantagens para o comerciante, visto que, o artesão é o detentor da tecnologia e o proprietário não pode interferir no processo produtivo; ele podia produzir de acordo com suas necessidades de dinheiro e em situações de aperto financeiro, não hesitavam em reter e vender a matéria prima que não lhes pertencia.
Alguns comerciantes começaram então a reunir trabalhadores em galpões, assim podendoexercer maior controle sobre seu desempenho e consequentemente aumentando a produtividade, porém este método também aumentou a complexidade dos problemas, tantos nas empresas como na sociedade. Os trabalhadores ficavam totalmente à disposição do industrial e capitalista, não podiam reclamar dos salários, horários de trabalho, barulho e sujeira nas fábricas e em suas casas. As crianças eramobrigadas a trabalhar 14 horas por dia. O artesão transformou-se no operário especializado na operação de máquinas, fato que desumanizou o trabalho. Os trabalhadores tornaram-se dependentes do emprego oferecido pelas fábricas, encorajando a exploração, algumas máquinas eram seres humanos.
As práticas administrativas, no inicio da revolução industrial, eram rudimentares. A qualidade dos produtos eraprecária e variável. As grandes fábricas e a preocupação com a eficiência atraíram a atenção das pessoas, que lançaram as bases da ciência econômica e das teorias da administração, destacando-se Adam Smith.
No campo das experiências práticas, destaca-se a fundição Soho, observava-se o pioneirismo de conceitos que se tornariam universais nos dois séculos seguintes como a padronização do funcionamentodas máquinas; fabricação de peças intercambiáveis; o entendimento de que o principal recurso da empresa era sua mão de obra e demais ações. Já Owen, começou uma experiência em administração iluminista e paternalista, melhorando a qualidade de vida dos trabalhadores e colocou em prática diversos dispositivos disciplinares. Charles Babbage propôs as idéias relacionadas com administração maisimportantes: estudo de tempos e movimentos, definindo o modo eficiente de trabalho; comparação entre práticas de administração de diferentes empresas; definição da demanda por produtos baseados na distribuição da renda e otimização da localização industrial. A passagem para o século XX marcou a administração, através do surgimento de grandes corporações de negócio, de gerentes profissionais e de basesdas idéias e técnicas para administrar as organizações. Dentre estes gerentes, destacam-se: Taylor e idéias sobre eficiência; Henry Ford e a linha de montagem; Henri Fayol e funções do processo de administrar organizações e; Max Weber e as organizações formais. Taylor começou a observar o que considerava má administração, “corpo mole” dos funcionários e relações de má qualidade entre trabalhadorese gerentes, destacam-se: a falta de noção clara da administração de suas responsabilidades com o trabalhador; falta de incentivo para melhorar o desempenho do trabalhador; não havia integração entre os departamentos da empresa; os trabalhadores eram colocados em tarefas para as quais não tinham aptidão e; havia conflitos entre capatazes e operários a respeito da quantidade de produção. A...
tracking img