Resenh

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1520 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GOMES, Ângela de Castro & FERREIRA, Marieta de Moraes. Primeira República: um balanço historiográfico. In: Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol.2, n.4, 1989, p.244-280.

As autoras Ângela de Castro Gomes e Marieta de Moraes Ferreira buscaram em seu trabalho, “Primeira Republica: um Balanço Historiográfico”, como mostra a primeira parte do texto, primeiramente mostrar os recortes de suapesquisa, suas limitações, aspirações e meios utilizados para a elaboração do referido trabalho.
O texto trabalha com o objetivo principal de fazer um balanço quanto a historiografia da Primeira Republica, ou seja, a evolução da escrita histórica, da literatura, sobre este período e tema, como forma de relembrar o centenário da proclamação da republica. Este trabalho acaba por evidenciar asorigens das politicas republicanas do Brasil.
Como fontes as autoras priorizaram por usar textos de fácil acesso ao publico, das mais diversas áreas das ciências sociais, com ênfase na Primeira Republica. Incluindo nessas fontes textos clássicos que influenciaram e/ou influenciam até os dias de hoje no estudo sobre Historia do Brasil deste recorte temporal, mostrando que autores mais atuais acabam, emseus trabalhos, usando dos textos clássicos e suas considerações com formas e elaborações inteiramente diferentes, promovendo uma nova visão sobre a Primeira Republica e suas particularidades, seja através de uma critica positiva ou negativa quanta a estes trabalhos clássicos. Excluiu-se da pesquisa trabalhos muito recentes a formação da Primeira Republica, por poderem apresentar visões focadas emoutras perspectivas, senão as escolhidas primordialmente pelas redatoras do trabalho.
Usando trabalhos pouco conhecidos, do publico, aos mais conhecidos, e mostrando as suas correlações de substituição ou complementariedade, acaba montando um detalhado mapa estrutural da historiografia da Primeira Republica, mostrando seu peso, suas variações e desdobramentos e seus inúmeros vazio.
Com odesenrolar do estudo sobre a bibliografia da Primeira Republica, pode-se notar as influencias politicas de cada período, além do estimo de estudos sobre a temática, vindo do estrangeiro, como são os “brasilianistas”; autores estrangeiro, que focam em seus estudos à analise da Primeira Republica.
O inicio do trabalho sobre foca na evolução do pensamento histórico sobre a Primeira Republica, com relaçãoaos seus atores políticos. Sendo estes atores apontados como as oligarquias rurais, sendo especificamente ditos no texto como “donos” da Primeira Republica, tamanha fora a sua influencia na vida politica do Brasil recém-republicano.
Com relação às diferentes formas de se analisar estas relações politicas na Primeira Republicam, nos estudos das Décadas de 50 e 60 destaca se uma visão de lutas declasses, influenciadas pela politica do Partido Comunista Brasileiro, como Werneck Sodré (“Formação Histórica do Brasil”, 1962). Nesta visão põem-se em choque (de lutas de classes) os setores agrários e urbanos, em constante choque. As oligarquias são postas como detentoras exclusivas do poder. A Revolução de 30 era posta, segundo esta forma de analise, como um resultado deste conflito: entreurbano e o agrário (latifundiário e industrial). Esses trabalhos configuravam a presença e formação de dois espaços socioeconômicos: O pré-capitalista, ligado ao latifúndio e o urbano-capitalista, dando origem à burguesia industrial e à classe media.
As leituras feitas sobre a Primeira Republica, após nos anos 60, mais especificamente após o golpe militar de 1964, que deu inicio a Ditadura Militar noBrasil, e pela própria realidade da época, pois as leituras da década de 50 e 60 em cheque, buscando-se outras formas de compreender o poder das oligarquias, e como ele funcionava. Destaca-se neste período Caio Prado Jr.(“Revolução Brasileira”, 1966), que usou dos trabalhos da década de 50, influenciados pelas politicas e ideologias do PCB, para apontar equívocos nessas teses. Esta iniciativa...
tracking img