Representações da morte - pdcv

Páginas: 9 (2204 palavras) Publicado: 24 de março de 2011
[pic]

Campus Pinheiros
CURSO DE PSICOLOGIA – 1º semestre – Turno: manhã
Disciplina: Psicologia do Desenvolvimento - Ciclo Vital

Representações da Morte

[pic]

São Paulo, 27/05/2009

Introdução

Este trabalho tem como finalidade ampliar nossos conhecimentos a respeito da morte, sem a pretensão de finalizar as discussões sobre o tema.

Pensar sobre a morte é uma tarefaárdua, principalmente na cultura ocidental, onde é priorizado um estilo de vida consumista e narcisista, onde varre-se a morte para debaixo do tapete para escondê-la alí. Um assunto que pode provocar repulsa em muitas pessoas, porém, pensar na morte pode nos ajudar a aceitá-la e a perceber que ela é uma experiência tão valiosa quanto qualquer outra, que pode ser sublime e certamente será a coisa maisfácil que teremos que fazer.

A morte não representa apenas um fim, ela integra uma parte do existir. Segundo Heidegger, para que o indivíduo se aproprie plenamente de sua existência é preciso que antes ele se aproprie de sua morte, porque a morte é uma possibilidade presente em nossas vidas o tempo todo. Como dizem por aí: "para morrer basta estar vivo".

Em verdade aqui apresentamosapenas algumas pontuações e questionamentos de pensadores e profissionais que lidam com as questões humanas, cosmovisões, ambiente, relações, vida e morte.

O surgimento das representações da morte

Desde os primórdios o homem demonstra sofrimento ao deparar-se com a morte e ao longo do tempo criou diversas formas para lidar com este fato. Para os sociólogos o ato de enterrar os mortos, porexemplo, surgiu para significar esta etapa da vida, segundo autores da Roma antiga seria o speculum mortis, o espelho da morte, onde o homem redescobre o segredo da sua individualidade visualizando a própria morte.

A curiosidade sobre o assunto propiciou a elaboração de várias teorias até os dias atuais, mas nenhuma delas dá conta de explicar o todo.

O ser humano, ávido porexplicações sobre os mistérios da vida, da morte e do ato de morrer, se apega à teoria a qual mais se identifica, seja ela científica, religiosa, filosófica ou histórica. Ainda assim permanecem as questões:

*De onde vim, para onde vou?
*Quando e como a morte ocorrerá?

O conceito de morte é adquirido desde a infância, isso se dá por meio da cultura, da sociedade, da religião e da educaçãofamiliar.

Com a modernidade intensificou-se a ilusão de fuga ou adiamento da morte e passamos a nos apoiar também nas invenções tecnológicas, nos artifícios da ciência e na medicina. Contudo todo este dispêndio de esforços em busca da imortalidade é absolutamente inútil, pois não aspiramos à imortalidade, mas sim o prazer eterno e isso é impossível de ser alcançado.

A morte em diferentesetapas da vida

Os estudos do comportamento humano através pesquisas mostram que em cada fase da vida o homem lida com a morte de uma forma distinta.

Ainda hoje cultivamos o pensamento de que a criança nada sabe sobre a morte e que, por isso, deve ser poupada. No entanto a morte faz parte do desenvolvimento humano desde a mais tenra idade e em nossa sociedade atual a criança convive com amorte cada vez mais. Além de presenciar a morte de um familiar ou animais de estimação ela se diverte com desenhos animados e dos jogos virtuais que envolvem a morte com cenas extremamente violentas e sangrentas.

A criança também processa suas perdas como qualquer um, ela chora, se desespera e se conforma com o tempo. A pesar do sentimento de onipotência e das fantasias comuns nesta etapada vida a criança compreende a irreversibilidade da morte através da própria experiência com as perdas.

De acordo com Bowlby, em seu estudo sobre o luto infantil, a criança sofre influência do processo de luto dos adultos além do nível de conhecimento adquirido e Raimbault aponta também passa assim como o adulto por um processo de negação da perda e ao conscientizar do fato pode...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • pdcv
  • Pdcv
  • Pdcv
  • PDCV
  • PDCV
  • Pdcv
  • pdcv
  • Pdcv

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!