Reologia de sistemas newtonianos e nao newtonianos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2039 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]









EXPERIMENTO Nº 05
Reologia de sistemas Newtonianos e não Newtonianos









Bruno Scarpa Correa Pereira
Jessica Clementina Waiss
Scheylani Bruna Silva





Florianópolis, 11de Setembro de 2012
1. Introdução
Reologia é o ramo da física que investiga as propriedades e o comportamento mecânico de corpos que sofrem uma deformação (sólidos elásticos) ou um escoamento (fluido, líquido ou gás) devido à ação de uma tensão de cisalhamento.
A compreensão dessas propriedades é de fundamental importância, já que o manuseio e fabricação de grande quantidade demateriais como: borrachas, plásticos, tintas e outros, envolve essas propriedade reológicas desses materiais.
A maioria dos líquidos puros e muitas soluções e dispersões são denominados líquidos newtonianos, pois a tensão de cisalhamento em função da taxa de cisalhamento em temperatura e pressão constantes é linear, onde a viscosidade sera constante e igual ao coeficiente angular da reta.Os líquidos que desviam esse comportamento são então ditos sistemas não-newtonianos, além disso, apresentam dois tipos de fenômenos que os distinguem do newtoniano, sendo estes fenômenos independentes ou dependentes do tempo.
A viscosidade é a propriedade reológica mais conhecida, e a única que caracteriza os fluidos newtonianos.
2. Objetivos
O objetivo dessa experiência éexplicar pelo uso da reologia o comportamento de sistema (que apresentam, por exemplo, características viscosas e elásticas) de natureza coloidal medindo a resistência interna que ocorre pelo movimento relativo e diferentes partes de um liquido. Assim como investigar o comportamento reológico de um sistema coloidal com um viscosímetro de Stormer.
3. Materiais
Viscosímetro de Stormer;Balança; Glicerina; Cronômetro; Proveta de 5º mL; Béquer de 250 mL; Bastão de vidro; Amido de milho (maisena).
4. Procedimento Experimental
Em primeiro lugar fez-se a medida e anotação da massa dos pesos de acionamento que seriam posteriormente adicionados em etapas. Em seguida fez-se o preparo do viscosímetro de Stormer para o experimento, começando por retirar o copo da plataformae colocar quantidade suficiente de glicerina ate a barreira de metal localizada dentro do copo. Então recolocou-se o copo e posicionou-se o conta-giros em zero, e colocou-se o primeiro peso. No próximo passo, concomitante com a liberação do freio iniciou-se a contagem do tempo em um cronometro, ate que o conta-giros chegasse em um quarto de volta, onde era então acionado o freio novamente eparado o cronometro, e o valor em segundos encontrado no cronometro foi multiplicado por quatro e registrado para o primeiro peso. Repetiu-se esse procedimento mais três vezes no experimento com glicerina, adicionando-se um peso em cada etapa, totalizando 4 pesos. Paralelamente ao experimento com a glicerina, fez-se o preparo de uma suspensão de 60g de amido de milho com 50 ml de água destilada erepetiu-se o experimento feito anteriormente, no entanto com as medidas agora feitas para determinar os dados do amido de milho.
5. Resultados e discussão
Determinação da constante K do viscosímetro
|Massa de acionamento |Massa, m (g) |Tempo para 100 voltas |Ώ (s) |Ŋ (mPas) |
| | |(s).(Glicerina) | | |
|0 |0 |0 |0 |0 |
|1 |29,88 |644 |0,1553 |934* |
|2 |63,89 |296...
tracking img