Rene descartes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (458 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Maria Aparecida de Machado
" A importância de perguntar"_ O pensamento Filosófico de René Descartes
Vida, principais obras, considerações gerais com relação aopai da filosofia moderna. E a relação entre a alma e o corpo.
Nascido na França em 31 de Março de 1569, René Descarte filho de um advogado e juiz com uma consideravel condição financeira, condiçãoesta que lhe proporciona uma vida confortavel dedica a busca do conhecimento intelectual. Com um grande talento para a filosofia, fisica, fisiologia, matematica e medicina, Descartes, por vezeschamado de o fundador da filosofia moderna e o pai da matematica moderna é considerado um dos pensadores mais influentes da história humana.
Por ser dualista acretidava que a mente e corpo são duasespécies de coisas bastante destintas, dois tipos do que ele chama "substancias".Para ele a nossa mente (ou conciencia), e a realidade externa ( o corpo), são dois reinos separados e autonomos, nenhumsendo dependente do outro.
Solteiro convicto se isolou de parte do mundo e resolveu duvidar de tudo principalmente dos dogmas e das doutrinas do passado e aceitar como verdade apenas o que tivsseabsoluta certeza.E adotou o lema de que "Vive bem quem vive bem escondido".
Sugeriu a união entre os estudos de álgebra e geometria criando a Geometria Analítica; desenvolveu o Sistema de Coordenadas,tambem conhecido como Plano Cartesiano; Desenvolveu o método cartesiano que consiste no Ceticismo Metodológico - que nada tem a ver com a atitude cética: duvida-se de cada ideia que não seja clara edistinta. Ao contrário dos gregos antigos e dos escolásticos, que acreditavam que as coisas existem simplesmente porque precisam existir, ou porque assim deve ser etc., Descartes instituiu a dúvida: só sepode dizer que existe aquilo que puder ser provado, sendo o ato de duvidar indubitável. Baseado nisso, Descartes busca provar a existência do próprio eu (que duvida, portanto, é sujeito de algo -...
tracking img