Renascimento cultural e urbano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 15 (3569 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 2 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Renascimento Cultural

Prof.º Leonardo Castro

Primeiro grande movimento cultural burguês dos tempos modernos, o Renascimento enfatizava uma cultura laica (não-eclesiástica), racional e científica. Entretanto, embora tentasse sepultar os valores medievais, sobretudos os teocêntricos, apresentou um entrelaçamento dos novos e antigos valores.

Buscando subsídios na cultura greco-romana, oRenascimento foi a eclosão de manifestações artísticas, literárias, filosóficas e científicas do novo mundo urbano e burguês. Tendo inicio no século XV em Florença, a Renascença, se estendeu a Roma e Veneza e, a partir de 1500, ao resto da Europa.

Os seus elementos principais foram a redescoberta da arte e da literatura clássica da Grécia e de Roma, o estudo científico do corpo humano e domundo natural. O renascimento foi um movimento anticlerical e antiescolástico, pois a cultura leiga e humanística opunha-se à cultura religiosa medieval.

Assim, a partir do século XV encontramos paralelamente ao interesse pela civilização clássica, um menosprezo pela Idade Média, associada a expressões como “barbarismo”, “ignorância”, “escuridão”, “noite de mil anos” ou “sombrio”, em suma, era a“era das trevas”.

Inspirando-se, sobretudo, na Antiguidade Clássica, seu elemento principal foi o humanismo. A expressão humanismo refere-se genericamente a uma série de valores e ideais relacionados à celebração do ser humano. O Humanismo levou a concepção do homem como o centro do universo (isto é, o antropocentrismo), o humano ocupando o lugar central até então dominado pelo divino e oextraterreno.

O antropocentrismo (do grego άνθρωπος, “anthropos”, “humano”; e κέντρον, “kentron”, “centro”) é uma concepção que considera que a humanidade deve permanecer no centro do entendimento dos humanos, isto é, o universo deve ser avaliado de acordo com a sua relação com o homem.

É comum na historiografia qualificar como antropocêntrica a cultura renascentista e moderna, em contraposição aosuposto teocentrismo da Idade Média. A transição da cultura medieval à moderna é frequentemente vista como a passagem de uma perspectiva filosófica e cultural centrada em Deus a uma outra, centrada no homem.

O homem, na visão humanista renascentista, é visto como empreendedor e capaz, como inventivo e observador, um ser integral que sabe e pode fruir as delícias do mundo e usar o seu corpo,muito diverso do homem medieval, submisso, crédulo, temeroso e ascético. Daí o predomínio da vida ativa e especulativa renascentista sobre a vida contemplativa medieval. Mas as idéias religiosas importantes para o homem medieval, como salvação, redenção, pecado original, não desaparecem, apenas deixam de ser primordiais.

Começaram também a sobressair valores modernos, burgueses, como o otimismo,o individualismo, o hedonismo, o racionalismo, o naturalismo e o neoplatonismo.

Otimismo se caracteriza por ser uma forma de pensamento. É sinônimo de pensamento positivo. No Renascimento ele significa poder fazer tudo sem nenhuma restrição e abertura ao novo.

Individualismo é um conceito político, moral e social que exprime a afirmação e liberdade do indivíduo, especialmente diante àsociedade e ao Estado. No Renascimento, colocava-se como antítese do coletivismo da sociedade feudal medieval. Expressava-se nas obras nos destaques em personagens individuais.

Hedonismo (do grego “hēdonē” que significa prazer) é uma teoria ou doutrina filosófico-moral que afirma ser o prazer individual e imediato o supremo bem da vida humana. Surgiu na Grécia, na época pós-socrática, e um dosmaiores defensores da doutrina foi Aristipo de Cirene.

Racionalismo é uma corrente filosófica que iniciou com a definição do raciocínio que é a operação mental, discursiva e lógica. O Renascimento defendia a razão como fonte de todo o conhecimento humano. Rompia-se com a supremacia da teologia medieval e com a sujeição do homem à fé.

Naturalismo está centrado na observação e representação fiel...
tracking img