Religião e cultura negra

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1649 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
RELIGIÃO E CULTURA NEGRA
Nada mais evasivo e delicado que as mudanças históricas de percepção e interpretação relacionadas a religião africana e seu processo complexo de continuidades e descontinuidades no Novo Mundo. Uma leitura atenta e detalhada dos títulos que surgiram cronologicamente na literatura a respeito nos permitiria levantar dados para uma história instrutiva do prejuízo racial ou,melhor ainda, das relações inter-étnicas e interculturais na América Latina, marcadas por forte etnocentrismo cultural por parte das elites detentoras do domínio institucional oficial, que não podem ser atribuídas apenas a contextos locais, reflexo e conseqüência, por sua vez, dos interesses e situações internacionais que vem sucedendo desde a implantação da escravidão, por assim dizer, produto domercantilismo europeu.
A questão da religão africana nas Américas - suas origens, áreas de influência, dogma, doutrina, liturgia, sacerdócio, mutilações, perseguições, transformações, diversidade de estilos e unidade epistemológica latente - apesar de ser aparentemente a parte mais estudada, é a que mais precisa de um exame re-interpretativo. Esta revisão, que envolve a reformulaçãoterminológica e conceitual quase total, deve ser de uma amplitude de perspectiva tal que permita, além de um estudo profundo da própria estrutura e conteúdos filosóficos, místicos e simbólicos da religião e da diversidade de suas manifestações, incluir seu significado histórico e contemporâneo como elemento fundamental que permitiu o processo dramático pela integridade psíquica e a preservação de um ethoslatente específico que sobreviveu a todas as pressões do poder político-institucional.
Desde bruxaria, magia, sistema de superstições, fetichismo, animismo, sincretismo, até as mais puras classificações de cultos afro-americanos, toda a ampla gama de designações que retrata simultaneamente o quadro do relacionamento intercultural, levaria a negar o caráter de religião ao sistema místico deixadopelos africanos e alterado pelos seus descendentes.
Essa negação não somente tira os valores transcendentes da cultura trazida pelos escravos (justificando assim a arrogância lucrativa da submissão - forçada ou indireta - dos outros seres humanos), sendo que fundamentalmente desvia e encobre a unidade subjacente, o caráter transnacional das manifestações religiosas de raízes africanas e encobre,sobretudo, o fato de que a religião, condutora da continuidade institucional, permitiu os agrupamentos e comunidades que se constituíram em centros organizadores da resistência cultural. Mais que qualquer outra manifestação, a religião e as atividades que dela se derivam, nos proporciona os elementos que permitem recompor essa "comunalidade" que fala Mintz para o Caribe, ou "foco cultural", comoprefere falar Brathwaite, falando precisamente sobre a religião africana.
Assim como a civilização greco-romana expadiu-se pelas diversas formas do cristianismo, a civilização negro-africana expandiu-se e veiculou-se na diáspora através das diversas acomodações e re-elaborações da religião tradicional africana.
O fato de que não puderam ser absorvidas pela Igreja do setor dominante, indicamclaramente uma incompatibilidade institucional entre ambas as religiões. As variávies da religião negro-americana, com maior ou menor re-elaboração que deu significado e permitiu a sobrevivência física e espiritual de importantes setores da população negra nas Américas.
Não escaparam a Bastide essas carências e dificuldades. Depois de 30 anos dedicados aos estudos negro-americanos e em particular aosafro-brasileiros (como eram classificados), Sr. Bastide afirma enfaticamente "uma filosofia extremamente rica e sutil atrás dessa religião”.
“Só um sacerdote do culto, em cargo elevado dentro da hierarquia da mesma, poderia produzir a classe do texto que esperava.“.
Não cabe dúvida de que a religão afro-americana - assim como o cristianismo - é o resultado de um grande processo de...
tracking img