Religador

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3653 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
CAMPUS CURITIBA
DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA
CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL ELÉTRICA/ELETROTÉCNICA

RELIGADOR

CURITIBA
2012

RELIGADOR

Trabalho de graduação do curso de Engenharia Industrial Elétrica ênfase em Eletrotécnica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Orientador: Walmir Eros Wladika

CURITIBA
2012
Índice1. Simbologia
2. Definição
3. Função
4. Aplicação
5. Terminologia
6. Classificação
7. Constituição
8. Funcionamento
9. Especificação
10. Ensaios
11. Instalação
12. Manutenção
13. Normas
14. Preços
15. Fontes de consulta
16. 16 a 20 Anexos

1. SIMBOLOGIAReligador Monofásico Religador trifásico

2. DEFINIÇÃO.
Os Religadores Automáticos devem ser tripolares para instalação externa em subestação ou montagem em poste, compostos de mecanismo de abertura e fechamento baseado em atuador magnético, de mecanismo de interrupção a vácuo, com meio isolante a gás SF6 ou materialpolimérico, com um controle eletrônico microprocessado dedicado com cabine, específico para o Religador, conforme solicitado nas folhas de características técnicas.

3. FUNÇÃO.
Religador é um dispositivo que atua em sistemas elétricos com a função de protegê-lo contra problemas transitórios garantindo uma menor interrupção em seu funcionamento.
Ao detectar algum defeito (normalmente umasobrecarga provocada por curto circuito) o equipamento realiza um ciclo, pré-programado de aberturas e fechamentos até o desaparecimento do defeito ou até a conclusão do ciclo quando o equipamento ficará aberto para proteger o sistema.

4. APLICAÇÃO.
Um religador é um equipamento amplamente utilizado em sistemas aéreos de distribuição primária, executando as funções de abertura do circuitoquando a corrente passante superar o valor ajustado dentro de uma característica de tempo em função da corrente e, também efetuar o fechamento automático do mesmo segundo uma sequencia de operações previamente ajustadas.
A maioria dos defeitos nas redes aéreas de distribuição é de natureza temporária, tais como queda de galhos de árvores na rede, queda de postes e presença de aves na rede,ocasionando um curto-circuito entre fases. Nestas condições, a utilização de um religador é essencial, pois evita que para um defeito temporário toda a rede seja desligada, e ainda, impede o deslocamento até o local para religar a rede manualmente.

5. TERMINOLOGIA.
- Tempo morto: Também conhecido como tempo de religamento, corresponde ao intervalo de tempo entre a abertura e o fechamento doreligador.
- Ciclo de religamento: Corresponde ao número de vezes que o religador permanece aberto aguardando o término do tempo morto para efetuar um religamento. O número máximo de ciclo rápidos e lentos que podem ser ajustados no equipamento é igual a quatro, sendo que transcorrido o tempo morto do último ciclo de religamento, o equipamento permanecerá travado na posição aberta e somente poderá serfechado manualmente.
- Tempo de recuperação: Corresponde ao tempo, após o restabelecimento do circuito primário, no qual a unidade de controle do religador avalia se a falta foi realmente sanada. Caso durante este período surja uma nova falta na rede, o ciclo seguinte de religamento é ativado, ou seja, se o circuito foi fechado após o primeiro ciclo de religamento e ocorrer uma falta durante o seurespectivo tempo de recuperação, será ativado o segundo ciclo de religamento. Encerrado o tempo de recuperação e se não existirem mais faltas na rede, o defeito que provocou a abertura do circuito e ativou o respectivo ciclo de religamento é considerado sanado.
A abaixo ilustra as três definições apresentadas acima, onde considera-se um exemplo, no qual a falta é sanada após o segundo ciclo de...
tracking img