Relevo de aziz ab'saber e de jurandyr ross

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1485 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1) Descreva as classificações do relevo de Aziz Ab'Saber e de Jurandyr Ross.
R: O professor Ab'Saber despreza o nível altimétrico e dá ênfase aos processos geomorfológicos (processos de erosão e sedimentação) e a abordagem morfoclimática (efeitos do clima sobre o relevo). Assim, para ele, planalto é uma superfície na qual predomina o processo de desgaste, e planície é uma área de sedimentação.Identificam-se sete planaltos e três planícies na classificação de Aziz.
Os planaltos são: Planalto das Guianas, Planalto Central, Planalto Meridional, Planalto Nordestino, Planalto do Maranhão-Piauí, Planalto Uruguaio Sul-Riograndense e Serras e Planaltos do Leste e Sudeste.
As planícies são: Planície Amazônica, Planície do Pantanal e Planície Costeira.A classificação de Jurandyr Ross, com 28 unidades de relevo, considerou, além das características morfoestruturais (estruturas geológicas) e morfoclimáticas, as características morfoesculturais do relevo, no caso, a ação dos agentes externos. E introduz o conceito de depressão, inexistente nas classificações anteriores. Jurandyr Ross define a depressão, como superfície entre 100 e500 metros de altitude, com inclinação suave, mais plana que o planalto e formada por processo de erosão.
No Brasil, existem 11 depressões e elas são divididas nos três grupos a seguir:
Depressão Periférica: estabelecidas nas regiões de contato entre estruturas sedimentares e cristalinas.
Depressão Interplanáltica: estabelecidas em áreas mais baixas em relação aos planaltos que as circundam.Depressão Marginal: margeiam as bordas de bacias sedimentares, esculpidas em estruturas cristalinas.

Os planaltos, segundo a classificação de Jurandyr Ross, são uma superfície irregular com altitude acima de 300 metros, correspondem às estruturas que cobrem a maior parte do território e são consideradas formas residuais, ou seja, constituídas por rochas que resistiram ao trabalho de erosão. NoBrasil existem 11 planaltos divididos nos quatro grupos a seguir:
Planaltos em Bacias Sedimentares: constituídos por rochas sedimentares e circundados por depressões periféricas ou marginais.
Planaltos dos Cinturões Orogênicos: originados pela erosão sobre os antigos dobramentos sofridos na Era Pré-Cambriana pelo território brasileiro.
Planaltos em Núcleos Cristalinos Arqueados: estruturas que,embora isoladas e distantes umas das outras, possuem a mesma forma, ligeiramente arredondada.
Planaltos em intrusões e coberturas residuais da plataforma (escudos): formações antigas da era Pré-Cambriana que possuem grande parte de sua extensão recoberta por terrenos sedimentares.

As planícies são uma área plana, onde predomina o trabalho de acumulação de sedimentos, as constituições dasrochas se diferenciam dos planaltos e das depressões por serem formadas por sedimentação recente, com origem no Quaternário. No Brasil existem 6 planícies divididas em dois grupos:
Planícies Costeiras: encontradas no litoral como as Planícies e Tabuleiros Litorâneos.
Planícies Continentais: situadas no interior do país, são consideradas planícies as terras situadas junto aos rios.PLANALTOS:
1. Amazônia Oriental 2. Planaltos e chapadas da Bacia do Parnaíba 3. Planaltos e chapadas da Bacia do Paraná 4. Planalto e chapada dos Parecis 5. Planaltos residuais norte-amazônicos 6. Planaltos residuais sul-amazônicos 7. Planaltos e serras de leste-sudeste 8. Planaltos e serras de Goiás-Minas 9. Planaltos e serras residuais do alto Paraguai 10.Borborema 11. Sul-Rio-Grandense.

DEPRESSÕES:
12. Amazônia Ocidental 13. Norte-Amazônica 14. Sul-Amazônica 15. Araguaia-Tocantins 16. Cuiabana 17. Alto Paraguai-Guaporé 18. Miranda 19. Sertaneja-São Francisco 20. Tocantins 21. Periférica da Borda Leste da Bacia do Paraná 22. Periférica Sul-Rio-Grandense.

PLANÍCIES:
23. Rio Amazonas 24. Rio Araguaia 25. Pantanal do Rio Guaporé 26. Pantanal...
tracking img