Relatorios de quimica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1702 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EQUILÍBRIO QUÍMICO



Discente: Daiany Priscila Umbelino Corrêa
Disciplina/Semestre: Química Analítica Qualitativa/ 2º Semestre
Docente: Danilo Giarola



LONDRINA – 2011

RESUMO

Este relatório tem como objetivo compreender o que é um equilíbrio químico, observar que as reações são reversíveis. Através da literaturautilizada poder compreender como encontrar a constante de equilíbrio e o quociente de uma reação. Verificar como se desloca o equilíbrio químico quando a reação sofre a influência de determinados fatores como temperatura, pressão e volume.

INTRODUÇÃO

O equilíbrio químico controla uma série de fenômenos diferentes. Desde a mudança de conformação de proteínas em células vivas até a ação dachuva ácida em minerais, além das reações da química analítica que são realizadas em meio aquoso. O equilíbrio químico propicia fundamentos importantes não só para a análise química, mas também para outras áreas da ciência, como, por exemplo, a bioquímica, a geologia e a oceanografia. (HARRIS,2005)

Um sistema está em equilíbrio quando, tanto a reação direta quanto a inversa continuamocorrendo com velocidades iguais, mas nenhuma variação líquida é observada. Representa-se essa situação escrevendo uma equação balanceada com reagentes e produtos conectados por uma seta dupla:
2 SO2(g) + O2(g) 2 SO3(g)
Quando uma reação atinge o equílibrio, as concentrações de reagentes e produtos tem uma relação entre si. Para se observar isso é realizado um cálculode constante de equílibrio.
Para a reação química geral aA + bB cC + dD ; pode-se definir a constante de equilíbrio (K):

K = [C]c[D]d
[A]a[B]b

Essa equação é chamada de expressão da costate de equilíbrio. Em uma expressão de constante de equilíbrio,
* Todas as concentrações sãovalores em equilíbrio.
* As concentrações de produtos aparecem no numerador e as concentrações de reagentes aparecem no denominador.
* Cada concentração é elevada à potência de seu coeficiente estequiométrico na equaçaõ química balanceada.
* O valor da constante K depende da reação em questão e da temperatura.
* Nunca se usa unidades com K.

O princípio geral, quando escrevemos umaexpressão de constante de equilíbrio, é colocar as concentrações dos produtos no numerador e as concentrações de reagentes no denominador. Entretanto, nas reações envolvendo sólidos, experimentos mostram que as concentrações em equilíbrio de outros reagentes ou produtos, não dependem da quantidade de sólido presente (desde que algum sólido esteja presente em equilíbrio).
Em geral, as cocentraçõesde quaisquer reagente e produtos sólidos não são incluídas na expressão da constante de equilíbrio.
Os dados sobre a concentração podem ser utilizados para calcular as constantes de equilíbriode sistemas aquosos e gasoso. Nesses casos, o símbolo K às vezes recebe o subscrito “c”, que representa concentrção, como em Kc. Contudo, para os gases, as expressões da constante de equilíbrio podem serescritas de outra maneira – em termos de pressões parciais dos reagentes e dos produtos. Se as quantidades de reagentes e de produtos são fornecidas em pressões parciais, então K apresenta o subscrito “p”, como em Kp.
Em alguns casos, os valores numéricos de Kc e Kp podem ser os mesmos, mas eles são diferentes quando os números de mols de reagentes e produtos gasoso forem diferentes.
Um valoralto de K significa que a concentração dos produtos é maior do que a dos reagentes, quando em equilíbrio. Isto é, os produtos são fortemente favorecidos em relação aos reagente, em equilíbrio.
K >>1: A reação é produto favorecida. As concentrações de equilíbrio dos produtos são maiores do que as concentrações de equilíbrio dos reagentes.
K<<1: A reação é reagente favorecida. As...
tracking img