Relatorio social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (368 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Rio 22 de Março de 2012
Relatório Social
Ao realizar uma visita domiciliar a um aposentado do Instituto Nacional da Previdência Social. Sr Airton Gustavo Goulart, de 74 anos, viúvo, morando sozinhona Rua Demerval Silva número 36 Santo Antônio de Padúa, Rio de janeiro.
Na primeira vez que estivemos com o aposentado tivemos que ajudá-lo a chegar em sua residência, que é em uma rua íngreme,devido a dificuldade de locomoção causada pelo mal de Parkson. Ao entrarmos em sua residência, percebemos que a casa de parede de pau apique, piso de concreto e de telha, as janelas de madeira, que nãose abrem devido a falta de manutenção o tempo e a má conservação um velho filtro de barro sobre a pia, que é uma beleza segundo o senhor ... e que tem um número de cachorros, pequenas vasilhasespalhadas pelos cantos com ração e água. Senhor... dorme em um pequeno cômodo sem janela e com um ventilador para espantar os mosquitos, nesse ambiente que tem um péssimo odor, mistura de cachorro com urinae até mesmo fezes de alguns, onde ele vive a maior parte do tempo. O senhor... vive da aposentadoria do tempo de serviço, que é de valor igual a um salário mínimo, que pagam as dividas como aluguel,luz e compras na quitanda. Segundo o senhor .. sempre trabalhou e serviu a marinha do Brasil, mas logo após ficar viúvo nunca teve outro relacionamento e passou por momentos difíceis, e desde entãoentrou em profunda depressão deixando de querer viver e que não acredita em mais nada, até então nunca havia tomado suas vacinas, não tinha cartão de passagem para se locomover ( gratuidade que deveriaser garantida para o idoso) e que não era cadastrado na farmácia Popular, quando era preciso comprava com dificuldades seus remédios.
]Nessa visita identifiquei as dificuldades de comunicação e devulnerabilidade social. A sua moradia não corresponde aos elementos básicos de dignidade pela a falta de saneamento básico e ventilação. O grande número de cachorros sem assistência veterinárias que...
tracking img