Relatorio sob morfologia externa de anfibios

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (948 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA – UEPB
CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE – CCBS
COMPONENTE CURRICULAR: ZOOLOGIA DOS VERTEBRADOS I
DOCENTE: ANDRÉ PESSANHA
ALUNA: RAFAELA SILVEIRA RODRIGUESALMEIDA

RELATÓRIO:
MORFOLOGIA EXTERNA DE ANFÍBIOS

INTRODUÇÃO

A transição da água para a terra é talvez o evento mais dramático daevolução animal, pois envolve a invasão de um habitat que em muitos aspectos é mais hostil para a vida (HICKMAN et al, 2004).
A vida na terra trazia vantagens e desvantagens. Novos recursosalimentares, falta de predadores e gás oxigênio em abundância era sem dúvidas um ótima condição. Porém a água se torna um fator limitante nesse novo habitat, e não só isso, como também a gravidade e a variaçãoda temperatura do ar são diferentes da encontrada na água. Por isso, adaptações tiveram que surgir nesses animais para suportar tais diferenças.
A origem dos tetrápodes a partir dos Sarcopterygiiocorreu no Devoniano médio e superior. Logo os tetrápodes se dividiram em duas linhagens iniciais; Batracomorfos (não amniotas primitivos e extintos) e Reptilomorfos (não amniotas e aminiotas).
Adiversidade dos tetrápodes não amniotas diminuiu durante o final do Permiano e no Triássico. No início da Era Cenozóica, os únicos não amniotas sobreviventes eram as linhagens de Amphibia que observamosatualmente; sapos, salamandras e cecílias. Os Amniotas têm sido os tetrápodes dominantes desde o final da Era Paleozóica (POUGH et al, 2008).
Os Amphibia atuais, ou Lissamphibia, são tetrápodes comtegumento úmido e sem escamas. O grupo inclui três linhagens distintas; Anura (sapos, rãs, e pererecas), Urodela (salamandras e tritões) e Gymnophiona (cecílias ou ápodes) (POUGH et al, 2008).
A ordemGymnophiona possui aproximadamente 160 espécies, e são conhecidos como anfíbios que não possuem pernas. Segundo Hickman et al (2004) Ocorrem em florestas tropicais da América do Sul, Àfrica e...
tracking img