Relatorio do rato caixa de skinner

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1559 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Neuropsicólogo Russo Alexandre Luria e Brodmann propuseram uma divisão funcional do córtex baseada no seu grau de relacionamento com a motricidade e com a sensibilidade. Dividiu-se em Áreas de Projeção que são as áreas primárias e as Áreas de Associação que são as áreas secundárias e terciárias.

Áreas de Associação do CórtexAs áreas de associação do córtex estão relacionadas com as funções psíquicas complexas; Não se relacionando diretamente com a motricidade ou sensibilidade, podem ser divididas em secundárias (uni modais) e terciárias (supramodais). Não se encaixam nas categorias regidas de áreas motoras e sensoriais primarias e secundarias, mas recebem e analisam simultaneamente sinais de múltiplas regiões docórtex, tanto motora como sensorial, além das estruturas subcorticais, lesões nessas áreas não causam paralisia.

Área de associação secundária

Essas áreas são uni modais, ou seja, relacionam-se ainda que indiretamente com alguma modalidade de sensação ou com a motricidade, estando geralmente justapostas às áreas primárias. Podem ser sensitivas ou motoras. As lesões das áreassecundárias não causam déficits sensoriais simples, mas levam às chamadas agnosias (desconhecimento). Por exemplo: lesão da área visual secundária não provoca cegueira, mas produz uma agnosia visual, ou seja, o indivíduo será capaz de enxergar um objeto posto diante de seus olhos, mas não conseguirá reconhecer o objeto. Como as outras modalidades sensoriais estão intactas, poderá reconhecer através dotato ou audição. Há também agnosias auditivas e somestésicas.

Áreas de Associação Secundárias Sensitivas


As áreas secundárias recebem aferências principalmente das áreas primárias correspondentes e repassam as informações recebidas às outras áreas do córtex em especial as supramodais. Nela são conhecidas três áreas:

* Área Somestésica Secundária: localiza-se nolóbulo parietal superior, atrás da área somestésica primária, corresponde às áreas 5 e parte da área 7 de Broadman.

* Área Visual Secundária: Há pouco tempo acreditava-se que essa área estava limitada ao lobo occipital, situando-se adiante da área visual primária, correspondendo às áreas 18 e 19 de Brodmann, hoje, no entanto sabemos que nos primatas inclusive no homem,que ela se estende até o lobo temporal, onde ocupa as áreas 20, 21 e 37 de Brodmann.
* Área Auditiva Secundária: No lobo temporal - circundando a área auditiva primária, corresponde a área 22 de Broadman.

O funcional das áreas secundárias descreve-se os processos mentais envolvidos na identificação de um objeto. Essa identificação ocorre em duas etapas: etapa de sensação ede interpretação.

Na etapa de sensação, toma-se consciência das características sensoriais do objeto, forma, cor, tamanho. Na etapa de interpretação ou podendo ser chamada também de gnosia, as características sensoriais são comparadas com o conceito do objeto existente na memória do indivíduo, o que permite sua identificação envolve também processos psíquicos mais complexosque dependem da integridade das áreas de associação secundárias. .

  A existência de duas áreas diferentes envolvidas na identificação de objetos torna possível que elas sejam lesadas separadamente. Em casos de lesões das áreas de associação secundárias ocorrem casos clínicos denominados agnosias, nos quais há perda da capacidade de reconhecer objetos, mesmo às vias sensitivase áreas de projeção cortical estando normais. Distinguem-se agnosias visuais, auditivas e somestésicas, estas últimas geralmente táteis.


Áreas de Associação Secundárias Motoras

Localizam-se adjacentes às áreas motoras primárias com as quais se relacionam. Lesão dessas áreas frequentemente causa apraxias, que é um quadro clínico caracterizado pela incapacidade de executar...
tracking img