Relatorio de fisica experimental - prática 2 - micrômetro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1198 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Ceará
Centro de Tecnologia
Departamento de Engenharia de Teleinformática
Disciplina: Física Experimental para Engenharia

Prática 2:
MICRÔMETRO

Nome: Lucas Weyne Barros Ferreira
Matrícula: 345731
Prof.: Carla Maria
Turma: 25A

2.1 Objetivos
Conhecimento do micrômetro e de sua grande precisão como aparelho de medida capaz de fazer medições ainda maisprecisas que o paquímetro (Prática 1) de peças tão pequenas e finas que seriam inviáveis a medição com qualquer aparelho de sensibilidade menor.

2.2 Material
* Micrômetro
* Esfera
* Tarugo
* Fios
* Lâminas
* Papel

2.3 Introdução
Em laboratórios e oficinas é essencial o uso de aparelhos de medidas, o micrômetro é um instrumento bastante preciso utilizado para medir fios,lâminas e espessuras de diversos objetos. Sua precisão é tanta que podemos até fazer medidas da espessura de um fio de cabelo.

Figura 1: Foto de um micrômetro
O micrômetro foi inventado por Jean Louis Palmer e em sua homenagem o micrômetro é chamado de Palmer. Dotado de diversas componentes o micrômetro se mostra eficiente para várias medições, Vejamos as principais componentes de um micrômetro:* Estribo;
* Espera fixa ou Batente;
* Espera móvel ou Fuso;
* Bainha;
* Tambor;
* Catraca;
* Fixador.

O estribo normalmente é um isolante térmico, as duas esperas (a fixa e a móvel) são utilizadas para ajustar a peça a ser medida. A bainha nada mais é que uma linha com traços milimétricos inteiros e traços de meio milímetro os traços são combinados de forma que ostraços inteiros são colocados na parte superior da linha e os de meio milímetro estão na parte inferior dela (isso pode variar de acordo com o micrômetro usado). O tambor também é graduado e é dividido em n partes que na leitura nos darão as frações milimétricas. Vale ressaltar que é o giro no tambor que faz com que a espera móvel se aproxime da espera fixa. Vejamos a figura a seguir que mostraas componentes de um micrômetro.

Figura 2: Esquematização de um micrômetro.

Vimos que ao girar o tambor do micrômetro a espera móvel aproxima-se da fixa. A cada volta no tambor temos um avanço da espera móvel que equivale ao passo de um parafuso interno que chamamos de micrométrico. A espera se move e a medida fica gravada na bainha.
A precisão de um micrômetro pode ser dada pela seguinteexpressão:
S=1n.p
Onde n é o número de divisões da escala circular (tambor), p é o passo do parafuso micrométrico e S é a sensibilidade ou precisão do micrômetro.
Tomemos como exemplo um micrômetro de 0,5mm de passo do parafuso micrométrico e com 50 divisões no tambor. Calculando temos:
S=150.0,5=0,01 mm
Agora veremos como fazer a leitura num micrômetro. Devemos seguir os seguintespassos:
* Girar o tambor até as esperas prenderem o objeto;
* Ler a medida na parte inteira da bainha, se ainda tiver um traço na outra parte somar meio milímetro a medida;
* Verificar o traço do tambor que coincide com a linha da bainha, multiplica-se o número do traço coincidente pela precisão do micrômetro;
* Somar os valores obtidos.
Tomemos como exemplo o micrômetro abaixo deprecisão de 0,01 mm:

Figura 3: Esquema ampliado da bainha e do tambor de um micrômetro.

Temos que a medida na linha da bainha é 3 mm e não temos meio milímetro a acrescentar, no tambor não temos um traço coincidente, mas devemos contar o traço 46 que ainda não ultrapassou a linha da bainha, temos 46x0,01 = 0,46 mm, somando os valores obtidos temos: 3,00 + 0,00 + 0,46 = 3,46 mm.
Agora comtodo o conhecimento introdutório iremos ao procedimento experimental.

2.4 Procedimento
Com uso do micrômetro determinamos as medidas de todo o material cedido para experimento, com esse valores calcularemos as medidas como volume e área de secção reta.

1. Volume da esfera em mm³
| MEDIDA 1 | MEDIDA 2 | MEDIDA 3 | MÉDIA |
DIÂMETRO (mm) | 12,16 | 12,13 | 12,17 | 12,15 |
Cálculo do...
tracking img