Relatorio de estagio supervisionado de lingua portuguesa iv

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9356 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Esse relatório de estágio é uma exigência para a conclusão da disciplina de Estágio Supervisionado em Língua e Literaturas da Língua Portuguesa II. Esse material contém documentos, relatórios e cópias de materiais relacionadas a todas as atividades desenvolvidas durante o estágio curricular.
Primeiramente, há a carta de aceite, na qual a instituição apresenta o acadêmico para oinício da suas atividades na escola. Depois, há o termo de compromisso, que se refere a um contrato assinado entre a escola e a universidade para a completa aceitação do acadêmico dentro da escola. Além disso, há a folha de apresentação, contendo a nota atribuída pelo professor a esse relatório.
Na segunda parte do relatório, realizaremos uma breve fundamentação teórica, que se referemprincipalmente à regência, momento mais delicado do estágio, no qual teoria e prática se unem para agir no contexto escolar.
Já a terceira parte traz os documentos das observações realizadas em sala de aula, consistindo na folha de frequência e no relatório dessas observações. A quarta parte diz respeito à regência e é acompanhada pelo plano de aula, relatório de regência e folha de frequência. Por fim, abibliografia utilizada na confecção desse relatório e alguns anexos, que serviram para esclarecer mais detalhem.
Dessa forma, esperamos que todo esse material possa servir para melhor analisarmos a experiência de estágio em todos os seus momentos, da observação à confecção desse relatório, contribuindo fortemente para nossa formação enquanto educadores.

2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICAAo refletirmos sobre a maneira como o ensino de Língua Portuguesa tem sido
pensado nos últimos tempos, deparamo-nos com inúmeras pesquisas que procuram
relatar as dificuldades e os avanços encontrados no trabalho com as práticas discursivas
de oralidade, leitura, escrita e análise lingüística, bem como sugerir novos horizontes para um desempenho mais satisfatório tanto para os professoresquanto para os alunos.
Convém iniciar a definição do que seja estágio citando o que está estatuído na legislação vigente:
Estágio é o tempo de aprendizagem que, através de um período de permanência, alguém se demora em algum lugar para aprender a prática de um ofício para depois poder exercê-lo. Assim, o estágio supõe uma relação pedagógica entre alguém que já é profissional reconhecidoem um ambiente institucional de trabalho e um aluno estagiário. (Parecer CNE/CP 21/2001).

E pontua também o desenvolvimento desse processo, vejamos o que diz:

Atividade de aprendizagem social, profissional e cultural proporcionada ao estudante pela participação em situações reais de vida e trabalho de seu meio, sendo realizada na comunidade em geral ou junto a pessoas jurídicas de direitopúblico ou privado, sob a responsabilidade e coordenação da instituição de ensino. Deve propiciar a complementação do ensino e da aprendizagem e ser planejado, executado, acompanhado e avaliado em conformidade com os currículos, programas e calendários escolares. (Legislação Nacional de Estágio, Lei n° 6494/77 e Decretos Afins)

Em Travaglia (2006, p.107), podemos observar algumasreflexões para se ensinar gramática na escola: 1) para desenvolver a competência comunicativa dos alunos – 2)
para adquirir novas habilidades lingüísticas.
Ele ainda nos apresenta concepções básicas de gramática, a normativa (espécie de manual com regras para bem falar e escrever), a descritiva (estuda o funcionamento da língua dentro da variedade lingüística) e a internalizada (aquela que ofalante aprendeu nas suas condições de vida, gramática de uso/reflexiva).
Conforme Antunes (2003), podemos dizer que duas concepções de linguagem é que vêm resistindo no ensino de português, uma é a perspectiva de um sistema de regras
e signos e outra que é calcada no aspecto social da língua. Basicamente são essas duas
que norteiam o trabalho dos professores nas salas de aula, ora...
tracking img