Relatorio de biologia - anuros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Estado do Pará
Centro de ciências sociais e educação
Disciplina: Universo e vida (temas de biologia)

Curso de licenciatura plena em ciências naturais-habilitação em Física











Trabalho de Biologia (aula de campo)
Tema: coleta de anuros








Moju-Pa
200Resumo:
O presente estudo teve por objetivo inventariar as espécies de anuros em duas localidades, sendo que, uma na localidade urbana núcleo da uepa e outra na zona rural no território da Embrapa de moju município localizado a oeste do estado do Pará. A coleta foi realizada no dia 06 de novembro de 2009.
Na região da EMBRAPA foram encontrada 2 espécies ,sendo que uma da família Leptodactylus spcom dois representantes, e outra da família Dendrophryniscus Sp com apenas um representante. Na uepa zona urbana de moju foram encontradas três espécies, a família Bufo sp foi a mais representada com representantes e as demais foram capturadas apenas uma espécies sendo uma da família Hyla sp e a outra da Leptodactylus sp,
Palavras-chave; anuros. Amazônia. Inventario. Estado do ParáIntrodução:
Atualmente são conhecidas mais de 6300 espécies de anfíbios (Frost, 2008), das quais 5600 são anuros; números que tendem a aumentar devido as constantes descobertas de novas espécies. O Brasil é o país que possui a maior diversidade de espécies de anuros, com mais de 800 espécies descritas até o presente momento (SBH, 2008), onde 65% destas são endêmicas, isto é, são exclusivas do Brasil (Feio etal. 1998; Lewinsohn e Prado; 2004; SBH, 2008).
A Amazônia brasileira abriga um total de 163 espécies de anfíbios (Azevedo - Ramos e Galatti 2001). Esses números devem aumentar na medida em que varias espécies com situação taxonômica indefinidas vão sendo descritas (galatti, comunicação pessoal). De acordo com Azevedo - Ramos e galatti (2001), apenas têm-se registros de 29 localidadesinventariadas em toda a Amazônia.
Além de contribuir com o aumento do conhecimento da conhecida área da fauna stricto sensu, os inventários são ferramentas essenciais para a implantação de unidades de conservação de importância biológica, social e econômica para muitas regiões, principalmente aquelas em que os impactos negativos ao meio ambientes são intensos.
No caso de moju, município amazônicolocalizado no oeste paraense, os principais impactos negativos são: a perda de florestas pela atividade madeireira e agro-pastoreira, além das queimadas e poluição dos rios. Porém o mais importante argumento para inventariar os anuros amazônicos é a importância que este grupo representa para os ecossistemas, etc. (Barros, 2005). Todavia os anuros precisam constantemente se adaptar em ambientes modificadospara garantir a sobrevivência das espécies (Izecksohn e Carvalho-e-Silva, 2001).
Por causa das constantes mudanças e alterações no meio ambiente (ver Silvano e Segalla, 2005), a maioria dos anfíbios precisa adaptar-se as novas condições de sobrevivências. Pelo fato desses animais apresentarem duas fases de vidas, uma na água e outra na terra, mais rapidamente eles respondem a essas alteraçõesocorridas (ver, por exemplo, Blaustein e kiesecker, 2002). E o meio urbano por serem regiões com maior influencia antrópica são os que mais facilmente extinguem micro ambientes favoráveis aos anuros.
Em diferentes regiões biogeográficas do mundo, nas ultimas décadas tem se observado um declínio de algumas populações de anfíbios, o que leva a preocupação de que estes componentes possam estarrelacionados não só apenas a causas locais, mas também a mudanças globais, como o aumento das radiações ultravioletas e o efeito estufa (Stebbins e Cohen, 1995). De acordo com Tocher (1998), os anfíbios podem ser importantes indicadores das condições de impactos florestais por possuírem um ciclo bifásico, com adultos e larvas ocupando habitats separado, e podem ser indicadores da saúde geral de todo...
tracking img