Relato da psicanálise de um menino

Páginas: 8 (1981 palavras) Publicado: 10 de novembro de 2011
“NARRATIVA DA PSICANÁLISE DE UM MENINO”, de Melanie Klein:
Interpretação das sessões 1 a 5

2011

1 APRESENTAÇÃO

O presente trabalho tem como objetivo identificar aspectos clínicos da teoria psicanalítica presentes nas cinco primeiras sessões do livro “Narrativa da Análise de uma criança”, da autora e psicanalista alemã Melanie Klein. Para fins de conhecimento, foi utilizada como base aversão em língua espanhola da obra (“Relato del psicoanálisis de un niño”).

Melanie Klein (1961), na obra supracitada, propõe-se a analisar Richard, um menino de 10 anos com diversas questões clínicas acentuadas. A terapia, porém, não pôde estender-se por conta do clima de tensão causado pela guerra, tendo a duração de cerca de quatro meses.

A obra busca expõe os aspectos clínicos daterapia psicanalítica sob a ótica Kleiniana de forma objetiva, e utilizando a peculiar percepção e visão do paciente acerca de mundo.

O objetivo, aqui, é identificar outros aspectos adjacentes a esta linha de pensamento, bem como transitar por outras correntes da Psicanálise de forma a criar uma interlocução entre as diversas concepções e mesclas teórico-clínicas da linha psicanalítica.

2RESUMO

Richard contava dez anos quando iniciou sua terapia com Melanie Klein. Seus sintomas lhe impediam de ir à escola e pioraram com a eclosão da guerra em 1938. Tinha medo de sair sozinho, dos meninos maiores, e cada vez mais tendia a inibir-se de seus interesses no mundo externo. Possuía sinais de hipocondria e depressão constantes, que desapareciam de forma curiosa, fazendo com que“recobrasse o brilho de seus olhos”.

O aleitamento durou poucas semanas; desde pequeno foi suscetível a doenças; sofreu duas cirurgias – de circuncisão e amídala. Era o irmão mais novo por oito anos de diferença. As crises de Richard desencadeavam preocupação na mãe (por quem sentia fortes afetos), o que lhe reforçava os sintomas hipocondríacos – que se relacionavam não só com a própria saúde, mascom sua mãe e o medo de afastar-se dela. Tinha uma vida familiar tranquila, e um bom relacionamento com o pai, também.

Com a guerra, migrou da cidade onde morava. Para iniciar a terapia, Richard e a mãe tiveram de alojar-se num hotel nos arredores da cidade onde Melanie Klein alugara uma sala para sua clínica. A preocupação com a guerra e os conflitos entre os países era um constante nosdiscursos do paciente. As questões sexuais aparecem de forma bastante clara, igualmente.

Richard costumava chegar muito cedo para as sessões, antes de Melanie Klein; ou acompanhava-a num trecho do caminho, antes ou depois das sessões – quando Klein procurava não entrar em detalhes acerca de interpretações ou da terapia.

Durante o período de análise Richard efetuou muitos desenhos: as cores, aforma de execução e os trejeitos e formas com que o garoto se relacionava com seus desenhos eram minuciosamente observadas por Klein – os desenhos foram todos guardados, e a terapeuta comenta que este gesto é bastante importante para estreitar o vínculo entre paciente e analista.

Klein alerta sobre seu uso da constratransferência positiva (que será explorado mais adiante), e que, nosrelatos, procurou (assim como faz nas sessões) manter a linguagem utilizada pelo paciente, apenas utilizando de termos técnicos quando necessário recordar sobre sessões passadas. Reforça da consciência de Richard sobre a estreita duração da terapia desde o início.

A autora, por fim, concorda que os resultados, como esperado, por conta do tempo limite para a execução da análise, foram parciais, maspositivos: já conseguia se relacionar com crianças de sua idade; sua dependência pela mãe diminuíra e desenvolvera alguns interesses que sugeriam o seguimento de uma carreira – ou ao menos alguma identificação.

Por fim, mesmo com o fim da II Guerra Mundial, e mantendo contato mais ou menos frequente com o paciente, Melanie não pôde concluir a terapia – o motivo que relata como sendo o de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Filme
  • menino
  • Meninos
  • o menino
  • Meninos
  • Os meninos
  • Meninos
  • O menino

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!