Relatório eletronica digital.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2528 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO
ICEA- Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas
Campus- João Monlevade




Disciplina: Princípios da Eletrônica Digital / CEA-341 – T42

Cursos: Engenharias De Computação e Elétrica









Laboratório de Eletrônica Digital
Prática nº5 – Flip-FlopsAutores: Denes Lucas
Gustavo Amorim
Lorena Souza Costa
William Viana
















João Monlevade, 17 de Outubro de 2012



1. Resumo

Este relatório está relacionado à quinta aula prática de Princípios de Eletrônica Digital realizada em 17 de Outubro de2012. Na prática número 5, foram estudados, analisados e implementados circuitos relacionados aos diferentes tipos de Flip-Flops (D e JK) e também envolvendo os CI’s 4013 e 4027. Vale lembrar que, o tempo de set-up, também foi de suma importância para os estudos e entendimento dos circuitos e suas respectivas saídas. Além disso, verificamos a funcionalidade das entradas síncronas e assíncronas(PRESET E RESET), e também do clock (sinal de relógio). Tais estudos foram feitos com o intuito de ampliar o conhecimento para a realização da prática, onde foi necessário o estudo prévio de cada CI utilizado, dos diferentes tipos de Flip-Flops e também do tempo de set-up e hold com relação ao sinal de relógio (clock).





























2. IntroduçãoNesta prática, utilizamos alguns materiais como: multímetro, osciloscópio, módulo de treinamento em eletrônica analógica/digital da Minipa, placa de treinamento e cabos de conexão. E com esses materiais foi possível implementar e verificar os circuitos, obtendo as saídas destes. Mas primeiramente foi de suma importância entender como os Flip-Flops D e JK funcionam, além do prévio conhecimento dotempo de set-up e hold, e também da distribuição dos pinos dos CI’s utilizados. Lembrando que, foi feita a simulação de todos os circuitos envolvidos na prática, utilizando o Multisim.
O flip-flop é um circuito onde sua saída permanece estável em um de dois estados possíveis, por isso ele também é conhecido como um multivibrador biestável. O estado em que o circuito está depende do queaconteceu anteriormente no circuito, lembrando que ele tem “memória”. Por esse motivo, o flip-flop é muito utilizado em circuitos contadores ou circuitos de memória, apesar dele ter outras inúmeras aplicações.
De forma geral um flip-flop pode ser representado como tendo duas saídas: Q e Q barrado, entrada para as variáveis e uma entrada de controle, que no caso é o clock. A saída Q será a principal dobloco. Para o flip-flop assumir uma dessas saídas é necessário que haja uma combinação das variáveis e do pulso de controle (clock). Vale lembrar que, após este pulso, o flip-flop permanecerá neste estado até que haja um novo pulso de clock e, então, de acordo com as variáveis de entrada, poderá mudar ou não de estado. Esse pulso poderá ser dado sempre nas transições positivas ou sempre nastransições negativas do clock.
Existem tipos distintos de Flip-Flops, como o Flip-Flop D e o Flip-Flop JK, que foram os abordados e estudados nessa prática. O Flip-Flop D possui apenas uma entrada síncrona D que é ligada diretamente à saída quando o clock é mudado, ou seja, quando há um pulso de clock. A cada pulso do clock o valor Q (saída) será igual ao valor D (única entrada).


[pic]
Figura1: Flip-Flop D com pulso na transição positiva do clock (pulso alto) e sua tabela verdade.





O Flip-Flop JK, diferentemente do D, possui duas entradas Assíncronas (J e K), de modo que, se ambas as entradas forem iguais a 0, a saída será igual ao estado anterior (Q0), ou seja, entrada será mantida; se J=1 e K=0, a saída será igual a 1 (setar); se J=0 e K=1, a saída será igual a 0...
tracking img