Relatório – diluição e mistura de soluções

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 8 (1969 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL



DEOCLECIANO CASSIANO - 91111094
MARCELLO FABRÍZIO - 91011123
YAROSLÁVIA PAIVA - 91111044
CEZAR CARLOS - 91021050
SAIANY COSTA - 91021172
ELVIS VICTOR - 91111014



PRÁTICA DA DISCIPLINA QUÍMICA ANALÍTICA EXPERIMENTAL
RELATÓRIO – Diluição e Mistura de Soluções








Prof. Dr.Luiz Gualberto de A. Sobrinho


Pombal - PB
2012

1 – INTRODUÇAO

A diluição de soluções é bastante importante não só nos laboratórios de química e em indústrias, onde essa prática é sempre utilizada (já que o químico precisa trabalhar com concentrações conhecidas) mas também no dia-a-dia. Por exemplo, na limpeza e higiene doméstica, como desinfetantes, a embalagem do produto orientaque eles sejam diluídos antes de sua utilização, ou também na diluição de sucos em pó, onde o volume necessário a ser adicionado já vem no rótulo do produto.
O processo de padronização possibilita verificar o quanto a concentração da solução preparada aproxima-se do valor real. Para a correção da concentração utilizam-se como referência, substâncias que possuem características bem definidas,chamadas de reagentes primários. O procedimento para a padronização consiste na titulação da solução de concentração a ser determinada, com uma quantidade definida de um reagente primário adequado.

2 – OBJETIVOS

* Preparo da diluição de álcool a 92,8% para uma concentração de 70%
* Preparo da diluição de 100 ml de solução de corante 0,1N
* Preparo da solução de 100 ml desolução de corante de 1,50g/l
* Preparo da solução de 100 ml de solução de corante de 1,2%

3 – FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Diluir uma solução significa reduzir sua concentração, seja por adição de solvente ou por uma eventual extração do soluto. Uma solução é dita diluída quando apresenta uma concentração relativamente baixa do soluto. A fórmula utilizada para expressar essa relação entre umadeterminada concentração e sua posterior diluição é:

C1*V1 = C2*V2,

Onde o C representa a concentração do soluto e V representa o volume do solvente.

A padronização representa um processo analítico muito importante, pois determina a relação entre a resposta analítica e a concentração do analito. Alguns procedimentos analíticos comparam uma propriedade do analito (ou o produto de umareação) com um padrão (reagente primário), de maneira que a propriedade (ou produto) que está sendo avaliada se iguale com aquela do padrão. Ela é utilizada em qualquer laboratório, apesar de estarem disponíveis reagentes P.A., estes possuem impurezas (que geralmente estão expressas no rótulo) e impurezas que os fabricantes podem considerar ignoráveis.
Esses padrões (reagentes) primários devemseguir alguns requisitos como:

* Ser de fácil obtenção no mercado a preço razoável.
* Fáceis de purificar, secar (110o C a 120o C), sem água na composição (de hidratação, de cristalização).
* Inalteráveis ao ar, o que implica em uma substância não higroscópica, não oxidável, estável ante o CO2 atmosférico. Estas características são especialmente importantes quando da pesagem e doarmazenamento.
* Ter um equivalente-grama elevado, pois, deste modo, erros referentes a manipulação e a aparelhagem serão minimizados (lembre que muitas vezes trabalha-se com precisão de 1x10-4g).
* Ser o mais solúvel possível em condições ambiente, um dos grandes empecilhos ao uso de aquecimento são as vidrarias volumétricas.
* A reação entre o padrão e a substância em teste deveser a mais rápida possível, em temperatura ambiente, e ter estequiometria definida.
* Um reagente padrão secundário é um composto que permite preparar uma solução titulante, porém sua concentração é determinada através da comparação (padronização) contra um padrão (reagente) primário.

4 – PARTE EXPERIMENTAL
4.1 – MATERIAIS E MÉTODOS
Para a realização desse experimento foram...
tracking img