Relatório de visita técnica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2516 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Disciplina: Eletricidade Industrial
Professor: Edson Detregiachi Filho
Série: 3ª
Aluno: Thales Botelho de Sousa
RA: 43534-1

Relatório de Visita Técnica à Usina Hidrelétrica de Itaipu

Marília, 08 de setembro de 2010
Esse relatório foi elaborado com base na visita técnica dos alunos dos cursos de Engenharia de Produção do Centro Universitário Eurípides de Marília - UNIVEM à UsinaHidrelétrica de Itaipu, no dia 13 de agosto de 2010.
Na visita os alunos puderam conhecer melhor como opera o funcionamento da referida usina, a maior em funcionamento no mundo, responsável por boa parte da energia elétrica consumida no Brasil e no Paraguai.
Na visita, os alunos puderam conhecer também a Subestação de Foz do Iguaçu, de propriedade de Furnas Centrais Elétricas, responsável por transmitira energia elétrica produzida pela Itaipu para o Brasil.
[pic]

Usina Hidrelétrica de Itaipu
A Usina Hidrelétrica de Itaipu é, atualmente, a maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia. É uma empresa binacional construída pelo Brasil e pelo Paraguai no rio Paraná, no trecho de fronteira entre os dois países, 15 km ao norte da Ponte da Amizade. Com 20 unidades geradoras de 700MW cada uma, totalizando 14.000 MW de potência instalada, fornece 18,9% da energia consumida no Brasil e abastece 77,0% do consumo paraguaio.
O recorde histórico de produção de energia ocorreu em 2008, com a geração de 94.684.781 megawatts-hora (MWh).
A Usina Hidrelétrica de Itaipu faz parte da lista das Sete maravilhas do Mundo Moderno, elaborada em 1995 pela revista PopularMechanics, dos Estados Unidos. Esta lista foi feita com base numa pesquisa realizada pela Associação Norte-Americana de Engenheiros Civis (Asce) entre engenheiros dos mais diversos países.
História
A Usina de Itaipu é resultado de intensas negociações ocorridas entre o Brasil e o Paraguai durante a década de 1960. Em 1966, os ministros das Relações Exteriores do Brasil, Juracy Magalhães, edo Paraguai, Sapena Pastor, assinaram a "Ata do Iguaçu", uma declaração conjunta de interesse mútuo para estudar o aproveitamento dos recursos hídricos dos dois países, no trecho do Rio Paraná "desde e inclusive o Salto de Sete Quedas até a foz do Rio Iguaçu".

O início dos trabalhos de estudos de viabilidade e elaboração do projeto para a construção da obra se deram em fevereiro de 1971.Em 26 de abril de 1973, Brasil e Paraguai assinaram o Tratado de Itaipu, instrumento legal para o aproveitamento hidrelétrico do Rio Panamá pelos dois países. Em 17 de maio de 1974, foi criada a entidade binacional Itaipu, para gerenciar a construção da usina. O início efetivo das obras ocorreu em janeiro de 1985.

Para a construção foram usados 40 mil trabalhadores diretos. Para omaterial foi usado 12,57 milhões de m³ de concreto (o equivalente a 210 estádios do Maracanã) e uma quantidade de ferro equivalente a 380 Torres Eiffel.

No dia 14 de outubro de 1978 foi aberto o canal de desvio do rio Paraná, que permitiu secar um trecho do leito original do rio para ali ser construída a barragem principal, em concreto.

O reservatório da usina começou a ser formadoem 12 de outubro de 1982, quando foram concluídas as obras da barragem e as comportas do canal de desvio foram fechadas.

Em 5 de maio de 1984, entrou em operação a primeira unidade geradora de Itaipu. As 20 unidades geradoras foram sendo instaladas ao ritmo de duas a três por ano.

As duas últimas das 20 unidades de geração de energia elétrica começaram a funcionar entre setembrode 2006 e março 2007, elevando a capacidade instalada para 14.000 MW, concluindo a usina. Este aumento da capacidade permitiu que 18 unidades geradoras permaneçam funcionando o tempo todo, enquanto duas permanecem em manutenção. Devido a uma cláusula do tratado assinado entre Brasil, Paraguai e Argentina, o número máximo de unidades geradoras autorizadas a operar simultaneamente não pode...
tracking img