Relatório de estagio tecnico em mecatronica trabalhos escolares e acadêmicos prontos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5311 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Conceito e Sentido em Frege

INTRODUÇÃO

Tal como Wittgenstein, também Frege se sentiu enfeitiçado pelas armadilhas da linguagem corrente e travou uma batalha contra os sortilégios enganosos para a inteligência. Se bem que revele o pensamento, dando-lhe expressão, a linguagem corrente também o camufla com as suas ambiguidades e imprecisões."Em grande parte - escreverá no seu último ano devida - o trabalho do filósofo consiste em lutar com a linguagem." O programa de Frege consistia na elaboração de uma linguagem conceptual perfeita, adequada ao pensamento enquanto pensamento, na qual se mostrassem com nítida clareza os pensamentos, não enquanto conteúdos da consciência individual, não meras representações ou associações mentais, mas pensamentos em si e de acordo consigo mesmos. NoPrefácio da sua Conceptografia, Frege considera que uma das tarefas da filosofia é romper com o domínio da palavra sobre o espírito humano, eliminando as concepções erróneas que, através do uso da linguagem, surgem inevitavelmente, com respeito às relações entre os conceitos, libertando o pensamento da sobrecarga com que o deformam muitas vezes, os meios de expressão da linguagem corrente. Para arealização destas tarefas, a conceptografia propõe-se ser um instrumento útil para o filósofo. A proposta de Frege preludia, de certo modo a restrição imposta por Wittgenstein à filosofia: "Só dizer o que pode ser dito, (…)e depois, quando alguém quisesse dizer algo de metafísico, mostrar-lhe que nas suas proposições existem sinais aos quais não foram dados uma denotação" (Tractatus, 6.53).Como lógico e matemático, Frege considerava que estas disciplinas não têm como objectivo a investigação do pensar como processo subjectivo, do pensar individual e suas leis psicológicas e, em certa medida, empíricas. O que pode ser Verdadeiro ou Falso são os pensamentos que são independentes das mentes individuais, os pensamentos não são representações que, como as sensações ou as dores, pertencemao fluxo interno da consciência individual. A sua tarefa poderia talvez representar-se como a investigação da mente, não das mentes. Frege comenta algumas passagens de Kant, nas quais se mostra o absurdo de misturar e confundir a lógica com questões sobre como é que nós pensamos..
"Em lógica - escreve Kant, não queremos saber como é o entendimento , como pensa e como é que se processa o seupensamento, mas como é que deveria proceder ao pensar. A lógica deve ensinar-nos o uso correcto do entendimento, isto é, como é que deve estar de acordo consigo mesmo( mit sich selbst übereinstimmenden Gebrauch des Verstandes)"[1]
Esta tarefa filosófica passa, segundo o programa de Frege, por uma análise e uma depuração da linguagem. Por isso mesmo, Frege é justamente considerado o grandeinspirador, e mesmo "o avô" da tradição analítica que se caracteriza, em primeiro lugar pela convicção de que uma análise filosófica da linguagem pode conduzir a uma explicação filosófica do pensamento, e em segundo lugar, a convicção de que esse é o único modo de alcançar uma explicação global. Dois princípios gémeos que nortearam todo o trabalho filosófico, quer dos positivistas lógicos, quer deWittgenstein, quer da filosofia postcarnapiana dos Estados Unidos, tal como Quine, Davidson, e outros autores da filosofia analítica contemporânea. A precedência da linguagem em relação ao pensamento marcou uma das vias mais frequentemente percorridas pelos grandes analíticos de origem anglo-saxónica. No entanto, esta primazia atribuída à linguagem em relação ao pensamento, não é compartilhada por algunsautores que, também na esteira de Frege, pretendem que a linguagem só pode ser explicada através de conceitos de vários tipos de pensamentos, que podem ser considerados independentemente da sua expressão linguística[2].
Frege está numa posição peculiar na ordem a atribuir á relação linguagem-pensamento: não há dúvida que a linguagem espelha o pensamento e é, portanto, através das expressões...
tracking img