Relatório de estágio em farmácia hospitalar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1417 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) é um hospital geral, de base e de ensino, pesquisa e extensão, com residência médica regulamentada, subordinado diretamente à Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI), integrante do patrimônio e da estrutura do Estado do Piauí. Foi inaugurado no dia 03 de maio de 1941 e aos 71 anos é um dos maiores e mais bem equipados hospitais das regiões Norte eNordeste (SESAPI, 2012).
O HGV é referência na rede do Sistema Único de Saúde (SUS), onde todos os serviços são gratuitos em nível de média e alta complexidade, isto é, atende casos complexos que não são resolvidos em hospitais de bairros e do interior do Estado (SESAPI, 2012).
Ele possui 382 leitos ativos, duas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 15 clínicas: Dermatológica, Pneumológica,Oftalmológica, Ginecológica, Ortopédica/Traumatológica, Urológica, Cirúrgica I e II, Nefrológica, Neurológica, Médica, Cardiológica, Fisioterapia e Otorrinolaringologia (HGV, 2012).
O Hospital disponibiliza os serviços de ambulatório e internações nas clínicas, além de contar ainda com os serviços de diagnóstico e tratamento como laboratório de análises clínicas, anatomia patológica, diagnóstico etratamento por imagem, Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) e a Farmácia Hospitalar (HGV, 2012).
Por ser considerada também uma instituição de ensino, vários estudantes e profissionais da área da saúde vivenciam e aplicam seus conhecimentos e compartilham experiências nas mais diversas áreas. A farmácia hospitalar é uma das áreas que contemplam os estágios obrigatórios do Curso de Farmácia daFaculdade Santo Agostinho.

2. Desenvolvimento

A modernização das atividades hospitalares gerou a necessidade da participação efetiva do farmacêutico na equipe de saúde. A farmácia é um setor do hospital que necessita de elevados valores orçamentários e o farmacêutico hospitalar está habilitado a assumir atividades clínico-assistenciais e pode contribuir para a racionalizaçãoadministrativa com consequente redução de custos. A atuação do farmacêutico nas instituições hospitalares é de suma importância para garantir uma assistência farmacêutica adequada dentro de critérios técnico-científicos e utilizando mecanismos gerenciais para uma administração eficaz e racional (GOMES & REIS, 2011).
A farmácia hospitalar é um órgão de abrangência assistencial técnico-científica eadministrativa, onde se desenvolvem atividades ligadas à produção, ao armazenamento, ao controle, à dispensação e a distribuição de medicamentos e correlatos às unidades hospitalares, bem como à orientação de pacientes internos e ambulatoriais visando sempre a eficácia da terapêutica, além da redução dos custos, voltando-se, também, para o ensino e a pesquisa, propiciando um vasto campo de aprimoramentoprofissional (GOMES & REIS, 2011).
A direção dos serviços farmacêuticos hospitalares é obrigatoriamente assegurada por um farmacêutico hospitalar e as suas funções são: a seleção e aquisição de medicamentos, produtos farmacêuticos e dispositivos médicos; o aprovisionamento, armazenamento e distribuição dos medicamentos e os dispositivos utilizados para a sua administração, bem como os demaismedicamentos já autorizados, eventualmente necessários ou complementares à realização dos ensaios clínicos; a produção de medicamentos; a análise de matérias primas e produtos acabados; a participação em comissões técnicas (Farmácia e Terapêutica, Infecção Hospitalar, Higiene e outras); a farmácia clínica, farmacovigilância, farmacocinética e a prestação de cuidados farmacêuticos; a colaboração naelaboração de protocolos terapêuticos; a colaboração na prescrição de nutrição parentérica e sua preparação; a informação de medicamentos e o desenvolvimento de ações de formação (BROU; et al).
A farmácia hospitalar do HGV conta com oito farmacêuticos, sendo um coordenador, que centraliza as ações da assistência farmacêutica na CAF, e um supervisor que fica na farmácia hospitalar. Os demais...
tracking img