Relacionamento interpessoal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4578 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
08
1- INTRODUÇÃO

A enfermagem é uma profissão humanista, em seus princípios básicos, seu discurso é humanista, embora muitas vezes, o profissional encontre-se agindo contra seus princípios profissionais mais elevados. (RIBEIRO, M.I.L.C. et al, 2005).
O ser humano está em constante interação e relacionamento com o mundo que o cerca, família, comunidade, trabalho, tradições, cultura,espiritualidade, ou seja, o contexto social onde vive. É através destas relações que o homem desenvolve sua consciência ética, como sendo "a voz interna, o julgamento interior dos atos humanos". Portanto, o indivíduo traz consigo uma carga de valores morais e éticos que são apreendidos no decorrer de sua existência. Dentre estes valores, destacamos o direito e o dever ao resguardo da identidade eprivacidade do indivíduo/cidadão, enquanto cliente e sujeito do processo de trabalho da enfermagem.
A privacidade tem sido considerada um importante componente de desenvolvimento. Quando internados em instituições de cuidado à saúde, os pacientes reconhecem a dificuldade em manter a sua privacidade e individualidade, encarando a hospitalização como fator de despersonalização. Embora ações para proteger asua intimidade sejam implantadas e vistas como importantes alguns membros da equipe de saúde podem considerar inviável a sua preservação durante o exercício do seu papel e responsabilidades para a execução do trabalho. (PUPULIM,J.S.L. et al, 2002).

A interação enfermeiro-paciente traz inúmeros benefícios para ambos, e humaniza a relação paciente-hospital, permitindo que o profissional hajacoerentemente, pois, conhecerá mais profundamente àquele a quem deve dispensar cuidados além de trabalhar mais desembaraçadamente e ter uma boa relação com o seu paciente.
09
Gonzáles (1999), apud Rodrigues, R.A.(2010, pág.02) afirma que:
Trabalhar com pessoas, dentro de uma concepção biopsicossocial e espiritual, requer do enfermeiro o seu próprio desenvolvimento, o que favorece uma compreensãode si mesmo e, conseqüentemente, contribui para estabelecer um relacionamento mais solidário com o paciente. É evidente que seja impossível enxergar o outro como pessoa, se o enfermeiro não se perceber como tal, o que é favorecido pelo contato pessoa a pessoa, pela vivência, que é um jeito de perceber, trocar, compartilhar e aprender com as experiências.
Portanto, é preciso lembrar que oenfermeiro pode sofrer alterações em seu humor e em sua vida cotidiana devido ao envolvimento que acaba tendo com o paciente. Ser atencioso em seu relacionamento agrega fatores como afabilidade, por exemplo, o que o torna cada vez mais achegado ao paciente. Caso esse paciente não se recupere e chegue a óbito, o enfermeiro sente-se, em muitos casos, impotente. Essa impotência diante do sofrimento ou damorte do paciente acarreta uma série de fatores emocionais que o levam ao stress.
As relações interpessoais se desenvolvem em decorrência do processo de interação, onde nos relacionamos com as pessoas profissionalmente ou simplesmente porque tivemos empatia por ela, ou ainda por vários outros motivos.
No ambiente de trabalho o que predomina e o que devemos avaliar são as condições para umaverdadeira harmonia. A base concreta de um relacionamento é ter percepção dos nossos deveres e obrigações, e dos limites e regras que fazem a relação social ser harmônica.

10
Faz parte da profissão de enfermagem competência em desenvolver o relacionamento interpessoal como uma prática diária, embutida em todo cuidado, clínica ou especialidade. Atender o paciente de maneira mais humana deveria serprioridade para todos os profissionais de saúde, mas infelizmente apresentam muitas falhas.
O relacionamento enfermeiro-paciente é uma relação entre duas ou mais pessoas, o profissional e a pessoa que requer ajuda, que se dá através do processo terapêutico (início, desenvolvimento e final) objetivando a resolução do problema apresentado. (RIBEIRO, M.I.L.C. et al, 2005).
O enfermeiro desempenha...
tracking img