Relações harmônicas e desarmônicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1104 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ecologia:
Relações Harmônicas e Desarmônicas

































Sumário

1. Introdução
2. Relações Harmônicas
2.1 Harmônicas Intra-específicas
2.2 Harmônicas Interespecíficas
3. Relações Desarmônicas
3.1 Desarmônicas Intra-específicas
3.2 Desarmônicas Interespecíficas
4. Curiosidade
5. Bibliografia1. Introdução








Todos os seres vivos, por mais isolados que estejam, estão sempre se relacionando e as mais variadas formas de relações podem ser encontradas na natureza com as suas respectivas necessidades de manutenção. Alguns organismos dependemdiretamente de outros para sobrevivência ou apenas vivem juntos de outros para facilitar sua existência. Até mesmo as relações que são prejudiciais a alguns, mas necessárias à manutenção do equilíbrio do meio. Esses aspectos importantes para a preservação do equilíbrio natural são estudados nas relações ecológicas.
As relações ecológicas são classificadas tradicionalmente como intra-específicas –quando ocorrem entre indivíduos da mesma espécie; ou interespecíficas – quando ocorrem entre indivíduos de espécies diferentes. Classificaremos também as relações como harmônicas – quando nenhuma das partes envolvidas é prejudicada – e desarmônicas – quando ao menos uma das partes que se relacionam é prejudicada. Esta classificação em harmônica ou desarmônica não é mais utilizada atualmente.Relações desarmônicas (por exemplo: predação) são fundamentais ao controle populacional das espécies, atuando como fatores de resistência ambiental para evitar o seu crescimento populacional excessivo e o conseqüente esgotamento de recursos.
Quando o organismo é prejudicado em uma relação, caracteriza-se esse prejuízo pelo símbolo (-), quando é beneficiado pelo símbolo (+) e quando é neutro, nãosendo beneficiado ou prejudicado, pelo símbolo (0).










2. Relações harmônicas


2.1 Harmônicas Intra-específicas


Colônia (+,+): Caracteriza-se pela ligação anatômica existente entre os participantes e têm como objetivo o bem-estar de todos os seus integrantes.

Sociedades (+,+): Apresentam objetivos semelhantes à colônia, isto é, o bem-estar de seus integrantes. Asdiferenças básicas é que os organismos constituintes da sociedade não apresentam ligação orgânica, o que os mantém juntos é o instinto de preservação, pois cada integrante desempenha o seu papel em benefício da sociedade.

Gregarismo (+,+): Estratégia protetora observada em diversos grupos de animais, que se agrupam em sociedades mais ou menos estruturadas, permanentes ou temporárias, visando aproteção dos indivíduos que a compõem.


2.2 Harmônicas Interespecíficas

Mutualismo (+,+): Relação em que os integrantes trocam benefícios mútuos onde pode ser observada uma grande dependência entre eles, sendo sua coexistência obrigatória, isto é, existe a inviabilidade desses organismos sobreviverem separadamente. Um exemplo clássico é o líquen, que é a associação mutualística entre fungos ealgas. Nessa associação, os fungos, dentre outras funções, retêm a água para a alga e as algas, utilizando-se dessa água e dos sais minerais obtidos pelo fungo através de intemperismo biológico, produzem a matéria orgânica que dividem com os fungos.

Protocooperação (+,+): Associação semelhante ao mutualismo, onde os organismos participantes trocam benefícios, porém não necessitandoobrigatoriamente de viverem juntos, já que a dependência orgânica e energética não é observada.

Comensalismo (+,0): Relação em que um dos organismos é beneficiado, sem que haja prejuízo para o outro. O comensalismo foi originalmente descrito como a associação em que um indivíduo (denominado comensal) utiliza restos alimentares de outra espécie sem prejudicá-la ou beneficiá-la.



Inquilinismo (+,0):...
tracking img