Reino Animalia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2541 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
1.0 PLATELMINTOS
Animais de corpo achatado;
Representantes- planárias;
20% parasitas de animais vertebrados e invertebrados;
Simetria bilateral;
Animais triblásticos- três folhetos embrionários (ectoderme, mesoderme e endoderme)

2.0 CLASSES DE PLATELMINTOS (TURBELLARIA, TREMATODA, CESTODA)

2.1 TURBELLARIA (PLANÁRIAS)

Platelmintos de vida livre;
Aquáticas (marinhas ou de águadoce); ou ambientes úmidos de terra firme;
Mesênquima- tecido que preenche o espaço entre a epiderme e a parede da cavidade digestória.
Células mesenquimatosas totipotentes- capazes de se multiplicar e se diferenciar nos vários tipos de células corporais.
Sistema digestório incompleto;
Digestão intra e extracelular;
Restos não digeridos são eliminados pela boca;
sistema excretor constituído porprotonefrídios (célula excretora especializada na absorção de água e de excreções que se acumulam entre os tecidos corporais;
Dependendo da espécie - Solenócito= único flagelo/ Célula- flama= conjunto de flagelos.
Sistema nervoso- gânglios cerebrais localizados na região anterior do corpo.
Ocelos- órgãos visuais primitivos;
Respiração cutânea.

2.2 TREMATODA

Platelmintos ectoparasitas eendoparasitas- fixados fora e dentro do corpo dos hospedeiros, respectivamente;
Corpo revestido por cutícula resistente.

2.3 CESTODA (TÊNIAS)

Platelmintos endoparasitas;
Monoicos;
Tênias não possuem sistema digestório;
Absorvem nutrientes diretamente da cavidade intestinal do hospedeiro;
Escólex ou escolece: lá estão as ventosas, ganchos ou sulcos adesivos que auxiliam na fixação datênia no intestino do hospedeiro.
Proglótides: quando amadurecem, se autofecundam e ficam grávidas, depois disso, soltam-se da tênia e são eliminadas com as fezes.

3.0 REPRODUÇÃO DOS PLATELMINTOS
Algumas espécies necessitam de mais de um hospedeiro (intermediário e definitivo);
Monogenéticas: seu ciclo de vida completa-se em apenas um hospedeiro;
Digenéticas: seu ciclo de vida completa-se emmais de um hospedeiro;
Hospedeiro Definitivo: fase e sexualmente madura do parasita (em digenéticos);
Hospedeiro Intermediário: fase larval e sexualmente imatura(em digenéticos).

3.1 REPRODUÇÃO EM PLANÁRIAS

Reprodução assexuada (regeneração);
Monoicas;
Reprodução sexuada (copulação);
Fecundação interna;
Desenvolvimento direto.

3.2 REPRODUÇÃO EM ESQUISTOSSOMO

Os adultos vivem nasveias do fígado humano;
A cópula ocorre pela justaposição dos orifícios genitais do macho e da fêmea;
Os ovos são eliminados com as fezes do hospedeiro; ao entrar em contato com a água os ovos eclodem e libertam os miracídios; miracídio invade caramujo (hospedeiro intermediário); os miracídios transformam-se em cercárias; cercárias libertam-se do caramujo; penetração das cercárias através da pele;os esquitossômulos migram até o fígado do hospedeiro (definitivo) até a fase adulta.

3.3 REPRODUÇÃO EM TÊNIA

As proglótides são eliminadas nas fezes do hospedeiro; os ovos são ingeridos por um boi ou porco (hospedeiro intermediário); é liberada uma larva denominada oncosfera; aloja-se no cérebro ou na musculatura do hospedeiro onde é o formado o cisticerco; pessoa ingere carne malcozidacontaminada e contrai a teníase.

4.0 NEMATÓDEOS (LOMBRIGAS)

Triblásticos;
Simetria bilateral;
Corpo cilíndrico, alongado e afilado nas extremidades;
Novidades evolutivas: pseudoceloma e sistema digestório completo.

4.1 ANATOMIA DOS NEMATÓDEOS

"Um tubo dentro de outro tubo"- o tubo interno é o intestino e o tubo externo é a parede corporal;
Ecdise: processo em que a cutícula protetoraé trocada, permitindo o crescimento do animal;
Respiração cutânea.
4.2 REPRODUÇÃO DOS NEMATÓDEOS

Dioicos;
As espículas peniais do macho são introduzidas no orifício genital feminino durante a cópula.

5.0 MOLUSCOS
Segundo maior filo do reino Animalia;
Reúne animais com corpo mole, geralmente protegido por uma concha calcária;
Vivem no mar ou em água doce;
Três partes básicas:...
tracking img