Regras internacionais de contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3592 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
S U M Á R I O



1. INTRODUÇÃO
2. CAM - (Computer Aided Manufacturing)
3. F M S - Flexible Manufacturing Systems
4. AGV (Automated Guided Vehicles
5. LOTE ECONÔMICO
6. PONTO DE PEDIDO
7. MRP (manufacturing resources planning )
8. JUST IN TIME
9. Sistema Lean Production
10. Sistema ABC de Custos
11. Ciclo de ProduçãoINTRODUÇÃO.

Com o advento da globalização, a contabilidade passou a ter importância cada vez mais acentuada como instrumento de comunicação para o mercado financeiro e de capitais, no sentido de prover informações para investidores e aplicadores de capital. Nesse sentido, os blocos econômicos foram surgindo e abrindo as portas para uma crescente internacionalização da economia.
Diantedesta realidade, o processo de harmonização contábil busca alcançar uma nova postura aplicada à contabilidade, onde se procurará atingir um “ senso comum “ no que diz respeito às normas e procedimentos aplicáveis à elaboração de demonstrações financeiras.
A contabilidade se posiciona no mundo dos negócios como uma linguagem universal e interativa, dessa forma será tão mais importante quantoforem as exigências que surgem em função de fluxos de capital e movimentações econômicas, geradas pelas empresas multinacionais e transnacionais.
O processo de harmonização torna-se imperioso porque vigoram várias práticas diferentes na contabilidade, em todo o mundo. Sentiu-se a necessidade de tentar harmonizar essas práticas e melhorar cada vez mais a qualidade das informações, por intermédio deuma moeda comum, uma linguagem e um conjunto de parâmetros que permitam comparações e se obtenha um mesmo resultado na contabilidade das empresas, seja em que parte do mundo esteja localizada.

PRINCIPAIS ÓRGÃOS RELACIONADOS COM A HARMONIZAÇÃO CONTÁBIL NO MUNDO.
IASC - International Accouting Standards Committtee ( Atual IASB )
FASB - Financial Accouting Standards Board
IFAC -International Federation of Accountants
FEE - Fédération Dês Experts Comptables Européens
ISAR/ONU - International Standards Accouting Reporting
IOSCO - International Organization of Securities Comission

A globalização dos mercados e das economias é um fenômeno que provoca impacto significativo no mercado financeiro de hoje. Essa mudança gerou a necessidade de implantar modelos e princípioscontábeis e financeiros que sejam utilizados e compreendidos pelos diferentes usuários de informações financeiras em todo o mundo e facilitem a comparação e consistência dessas informações.
Não obstante as Normas Internacionais de Contabilidade ( IFRS ) buscarem a comparabilidade e a consistência das informações financeiras, pelo fato de serem uma normativa baseada em princípios, e não em regras,devemos contar com uma interpretação aceitável e fundamentada em todos os casos, e não simplesmente uma aplicação de regras ou interpretações idênticas em cada caso. Isso necessariamente requer o uso de análise crítica ao aplicarmos as normas e ao determinarmos, quando houver mais de uma alternativa, qual tratamento contábil reflete, de melhor maneira, o desempenho do negócio. Obviamente, os fatose as circunstâncias são diferentes, dependendo da situação de cada empresa, sendo, portanto, possível qaue as administrações de duas companhias, fazendo uso de julgamento cabível, selecionem várias políticas de reconhecimento ou mensuração ou apresentem transações similares de maneiras variadas.
2.CAM - (Computer Aided Manufacturing).
Podemos definir CAM como auxílio via computador dapreparação da manufatura, representando as tecnologias usadas no chão de fábrica, dizendo não só a respeito da automação da manufatura, como: CNC (Comando Numérico Computadorizado), CLP (Controle Lógico Programável), coletores de dados (DNC), como também a tomada de decisão, plano operacional, etc.
Apesar de toda esta abrangência, o termo CAM , as vezes, ainda é sinônimo da programação CN, conceito que...
tracking img