Regra 165

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2081 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
REGRA 165
CRONOMETRAGEM E FOTO FINISH
1. Três métodos alternativos de cronometragem são reconhecidos como oficiais:
(a) Manual
(b) Elétrico totalmente automático obtido por um sistema de Foto finish.
(c) Sistema de transponder (chips) para competições realizadas somente segundo as
Regras 230 (corridas não realizadas totalmente no estádio), 240 e 250.
2. O tempo será marcado no momento emque qualquer parte do corpo do atleta (quer
dizer, o tronco, excluindo-se a cabeça, pescoço, braços, pernas, mãos ou pés) alcance o
plano vertical da borda mais próxima da linha de chegada.
3. Os tempos de todos os finalistas devem ser anotados. Além disso, quando possível,
os tempos parciais em corridas de 800m e acima, e os tempos intermediários a cada
1.000m em corridas de 3.000m eacima, devem ser registrados.
Cronometragem Manual
4. Os cronometristas devem estar alinhados com a chegada e do lado externo da pista
e, onde possível, eles devem se posicionar a pelo menos 5m da raia externa da pista. Para
que todos possam ter uma boa visão da linha de chegada, uma plataforma elevada deve ser
providenciada. 5. Os cronometristas devem usar o cronômetro eletrônico operadomanualmente com
leitura digital. Tais aparelhos são chamados “relógios” para os propósitos das Regras.
6. A volta e os tempos intermediários, conforme a Regra 165.3, devem também ser
registradas pelos membros da equipe de cronometristas designados, utilizando relógios
capazes de tomar mais de um tempo, ou por cronometristas adicionais.
7. O tempo será marcado a partir do flash/fumaça dorevólver.
8. Três cronometristas oficiais (um dos quais deverá ser o Cronometrista Chefe) e um
ou dois cronometristas adicionais tomarão o tempo do vencedor de cada prova. (Para
Provas Combinadas, ver Regra 200.9(b).) Os tempos registrados pelos relógios dos
cronometristas adicionais não serão considerados a menos que um ou mais relógios dos
cronometristas oficiais falhem em registrar o tempocorretamente, caso em que os
cronometristas adicionais serão chamados em ordem decidida previamente, de modo que
em todas as corridas três relógios registrem o tempo oficial do vencedor
9. Cada cronometrista agirá independentemente e sem mostrar seu relógio ou discutir
seu tempo com qualquer outra pessoa, deverá anotar seu tempo no formulário oficial e
depois de assinar, entregar em mãos aoCronometrista Chefe, que examinará os relógios
para verificar os tempos registrados.
10. Em todas as corridas de pista cronometradas manualmente, os tempos devem ser
lidos e registrados como se segue:
(a) para corridas na pista, a menos que o tempo seja um exato 1/10º de um segundo, o
tempo será lido e registrado para o próximo 1/10º de um segundo..
(b) Para Corridas realizadas parcial outotalmente fora do estádio, a menos que o tempo
seja um segundo inteiro exato, o tempo deve ser convertido e registrado para o próximo
segundo inteiro maior, por exemplo: 2:09:44:3 na Maratona será registrado como 2:09:45.
Todos os tempos que não terminem em zero no segundo decimal se converterão ao
próximo décimo de segundo maior, por exemplo: 10.11 será registrado como 10.2.
11. Se,após converter como indicado acima, dois dos três relógios oficiais marcarem
um mesmo tempo e o terceiro for diferente, o tempo registrado por aqueles dois será o
oficial. Se os três estiverem em desacordo, o intermediário será oficial. Se somente
dispuser de dois tempos e ambos forem distintos, o oficial será o maior dos dois.
12. O Cronometrista Chefe, agindo de acordo com as Regrasmencionadas acima,
decidirá o tempo oficial para cada atleta e entregará o resultado ao Secretário da
Competição para publicação. Sistema de Cronometragem Totalmente Automático e Foto Finish
13. Equipamento de Cronometragem Totalmente Automático e Sistema de Foto finish
aprovados pela IAAF devem ser usados em todas as competições.
O Sistema
14. O Sistema será aprovado pela IAAF, baseando-se...
tracking img