Regime de competencia e caixa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (812 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O presente trabalho apresenta uma definição dos regimes de competência e de caixa, apresentando a sua importância e também exemplos de que sobra de dinheiro em caixa não significalucro, bem como falta de dinheiro não significa prejuízo a empresa.
Após apresentaremos uma ajuda ao contador da empresa Beta, contabilizaremos a contratação de um seguro, apresentaremos os lançamentoscontábeis do registro da contratação do seguro, o pagamento da primeira parcela e a apropriação da despesa, lembrando sempre que a apropriação da despesa é feita mensalmente.
No decorrer dotrabalho, apresentaremos a etapa 2, obedecendo a seguinte ordem: definição do regime de caixa e competência, contabilização do registro do seguro, do pagamento da primeira parcela e da apropriação comodespesa da primeira parcela e finalizando, o valor total da despesa de seguro no ano de 2010.

Regime de Competência e Caixa

Os regimes contábeis são normas que orientam o controle e registro dosfatos patrimoniais, entre esses regimes podemos citar o regime de competência e de caixa.
No regime de competência contabilizamos tudo no momento em que foi gerada, despesas e receitas,independentemente se foi paga ou recebida.
Nesse regime consideramos como receita o que foi gerado no momento da entrega da mercadoria ou serviço prestado, independentemente do recebimento, e como despesa, omomento em que se adquire o bem ou serviço, independentemente de pagamento.
O regime de caixa não é muito utilizado na contabilidade, ele é apenas instrumento de apuração de resultado. Nesse regimeconsideramos as receitas e despesas no ato do recebimento e pagamento, respectivamente.
Com base nisso podemos dizer que a sobra de dinheiro não é necessariamente lucro, assim como falta de dinheiro nocaixa não se caracteriza como prejuízo das empresas.
Para melhor entendermos, citamos os exemplos abaixo, onde sobra de caixa não se caracteriza como lucro:
* Venda à vista de itens comprados...
tracking img