Regiao, regionalidade e regionalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1063 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Estado do Pará
Centro de Ciências Sociais e Humanas
Curso de Licenciatura Plena em Geografia
Núcleo Universitário de Igarapé-Açú
Disciplina: Introdução ao ensino da Geografia





José Renan Araújo Souza





Fichamento sobre região, regionalização e regionalidade










IGARAPÉ-AÇÚ
2012
José Renan Araújo SouzaFichamento sobre região, regionalização e regionalidade












Trabalho apresentado à disciplina de Geografia regional, como requisito integral para obtenção da 2ª avaliação do Curso de Licenciatura Plena em Geografia da Universidade do Estado do Pará - UEPA. Professor: MarceloGaudêncio.













IGARAPÉ-AÇÚ
2012
A partir do texto de Rogério Haesbaert, entendemos a pluralidade de significâncias que conceitos como região, regionalidade, regionalização; possui sobre as diferentes áreas do conhecimento cientifico. Permitindo analisá-las desde aspectos singulares e particulares, á até mesmo em escalas mais globais. O século XXI, traz a tona,um advento junto com a globalização, que é a dificuldade que tem em estudar região e suas particularidades, pois em um mundo ao qual as tecnologias formam uma verdadeira rede que conecta todas as partes como um todo, a singularidade e á particularidade vistas em um olhar geográfico, transformar-se para muitos uma analise de pouca atratividade.
Partindo em uma nova diretiva de pensamentogeográfico, entendemos que ao designar o termo "regionalizar", logo assumimos o caráter natural da região, de certa forma e posto uma espécie de delimitação de áreas levando em conta os mais variados aspectos; de tal idéia porem com um enfoque na globalização, percebemos que as mesmas são heterogêneas, mas ao mesmo tempo homogenias, pois mesmo a globalização sendo um processo ao qual possui um certodinamismo no que impede de delimitar linhas, o referido se faz uso das ferramentas da própria regionalização, nas forma em que melhor convém as suas estratégias geográficas, acumulação e dominação.
Entende-se que um dos fatores que predominam na regionalização e a questão do capital, porém considerar tal é estatuir assim como outro quaisquer, é visto na visão do autor como algo errôneo, pois aestrutura da regionalização e posta das mais variadas formas, ou seja exige os mais diferentes estudos e suas variadas características.
Analisar a região tendo em vista seu histórico, e uma das melhores formas de entende-la, pois advir que o atual, sempre está atrelado ao passado, desta forma o olhar geográfico, faz-se uso da historicidade. Tendo este olhar historicista sobre a questão regional, sabemosque á mesma possui suas modificações e características de acordo com o período histórico, em sua amplitude, redigidas pela a ordem humana pois os mesmos são os que produzem o espaço e em sua interação eles estabelecem sua política, economia e cultura, seja até mesmo na rara primeira natureza.
O autor em importância, abre a discussão no modo em que muitos tratam a região como um fato ouartifício (ou seja, uma mera existência), o mesmo propõem que tal seja entendida como um "arte-fato" no sentido em que seja rompida a dualidade de advogar o realismo e o idealismo. Sendo que o regional seja vinculado com a criação e suas construções que já foram produzidas, articulando-as com o mundo atual.
Rogério Haesbaert, evidencia que dependendo do caso a historia e a cultura acumulada ádeterminados contextos regionais, produzem características muito maiores que outras, atreladas ao simbolismo e o idealismo, reduzindo assim a questão da regionalidade, porém vista em que para melhor associação e trabalho sobre a regionalidade deve-se recorrer a obras de caráter pós-estruturalista, como no caso de Albuquerque Junior, que enfatiza tal questão embasada no Marxismo e na geografia cultural,...
tracking img