Reflexões sobre a profissão docente

[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 TÍTULO NÍVEL 2 – SEÇÃO SECUNDÁRIA 4
2.1.1 Título Nível 3 – Seção Terciária 4
2.1.1.1 Título nível 4 – Seção quaternária 4
2.1.1.1.1 Título nível 5 – Seção quinária4

3 EXEMPLOS DE ELEMENTOS DE APOIO AO TEXTO 5
3.1 EXEMPLO DE GRÁFICO 5
3.2 EXEMPLO DE FIGURA 5
3.3 EXEMPLO DE QUADRO 6
3.4 EXEMPLO DE TABELA 6

4 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 8

APÊNDICES 9
APÊNDICE A – Instrumento de pesquisa utilizado na coleta de dados 10

ANEXOS 11
ANEXO A – Título do anexo 12
INTRODUÇÃO

A profissão docente sempre foi e será importante para asociedade.Nenhuma grande personalidade atingiu o posto que hoje ocupa sem que tenha passado pelas mãos de uma professora “primária”ou de ensino fundamental.sobre a importância da educação e consequentemente de quem educa .
Fomos um dia o que alguma educação nos fez e estamos sendo a cada momento de nossas vidas o que fazemos com a educação que praticamos e o que os círculos debuscadores de saber com os quais estamos nos envolvendo estão criando em nós e fazendo conosco.(BRANDÃO.2000.P.451).
A profissão docente tem sido alvo de extensa produção configurando-se como uma das principais temáticas da análise contemporânea sobre os profissionais da educação.o magistério da escola básica passa por uma crise de valorização:com os baixos salários que os obriga a dobrarturnos de trabalho para garantirem a sobrevivência ,os professores da educação básica carecem de tempo e de recursos financeiros para se atualizarem e para melhor dedicação á sua atividade docente.
Nesse contexto acirram-se as discussões em torno da formação de professores e do nível de titulação desejado para o professor da escola básica.Professores, associações de classe ecientíficas debatem sobre a valorização do professor e sobre as instituições que devem ser responsáveis por sua formação em nível superior.na verdade a valorização do magistério não passa pela exigência do vível superior para o exercício da docência no ensino fundamental e nem mesmo pela institucionalização de critérios e medidas de valorização.Sua busca é uma tarefa do próprio professor em conjunto comos outros valores da escola,com os Sindicatos as Associações Científicas e de classe e o próprio governo.Pais,alunos e sociedade civil em geral são responsáveis pela valorização do professor e pela qualidade do ensino.A luta pela valorização da profissão passa pelo conflito e pela ação coletiva conforme afirma Contreras:
O reconhecimento da significação social e política daintervenção educativa se transforma por vezes em práticas de oposição e em ações estratégicas que ampliam o significado da prática profissional do ensino .Já não estamos falando do professor(a),isolados em sua sala de aula ,como forma de definir o lugar de sua competência profissional,mas da ação coletiva e organizada e da intervenção naqueles lugares que restringem o reconhecimento das conseqüências sociaise políticas do exercício profissional do ensino.(CONTRERAS.2002.p.82).
A importância e o reconhecimento da profissão docente enquanto preocupação das políticas públicas em escala mundial é relativamente recente.Segundo Siniscalco (2003),a mudança progressiva na atenção que as políticas dedicam aos professores enquanto protagonistas da melhoria educacional se deu a partir de umaConferência Inter-governamental Especial realizada pela OIT e pela UNESCO,em Paris,em 1966 a qual enfatizou a interdependência entre o status dos professores e o status da educação.Para ela,embora o número de professores primários tenha crescido consideravelmente nos países em desenvolvimento houve também o crescimento do número de crianças em idade escolar resultando numa alta razão entre...
tracking img