Reflexão do filme a onda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1238 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A ONDA
Armando Soares de Barros Filho

O filme, baseado em fatos reais ocorridos em 1967 na Califórnia, narra a trajetória do professor Rainer Wenger explicando aos estudantes do ensino médio a filosofia nazista e o poder simbólico do poder, instituido por Adolf Hitler na Alemanha em 1930.
Desperta no grupo de jovens o interesse histórico sobre a doutrina nazista e suas conseqüênciasdiretas no comportamento do povo alemão e como esse modelo político conseguiu se instalar.
Diante dos questionamentos, o professor resolve fazer uma experimentação pedagógica baseada nos fatos e na verdadeira intenção do movimento fascista. Através de aulas dinâmicas e interessantes, os estudantes vão aceitando passivamente as novas orientações. Acreditam que disciplina é a verdade verdadeira quecolabora na construção de indivíduos úteis e está diretamente interligada na existência e sucesso do ser humano. Nesse sentido, a disciplina é necessária para mudar e manter uma sociedade justa e uniforme.
O professor é o líder do movimento e usa o símbolo da “onda” seguido das palavras poder, disciplina, superioridade. Impõe novas atitudes conseguindo que todos se comportem conforme seu comando,utilizando uma metodologia que permite o controle sobre os estudantes através dos exercícios de domínio sobre o tempo, espaço, gestos e atitudes, com uma única finalidade: produzir seres humanos submissos e educados, assim como fez Adolf Hitler. Suas palavras convencem e justificam a prática do poder e da dominação. Na primeira semana de aulas, professor e estudantes desconstroem o modelo escolarvigente e constroem suas próprias normas de conduta, cultura e trabalho. Os alunos são protegidos pelo professor obedecendo pacificamente tudo que ele ordena. Essas mudanças radicais provocam descontentamento naqueles que não aceitam tal modelo.
O filme provoca a reflexão sobre as doutrinas fundamentalistas; da adoração ao líder carismático e totalitarista, suas implicações políticas, sociais eeconômicas. O quanto o imaginário coletivo pode ser influenciado pelos discursos doutrinários; expõe de forma bastante didática o fascismo como sendo uma política totalitária e perigosa, tendo o poder da palavra como ferramenta de convencimento voluntário e pessoal, além do aspecto educacional e pela importância da liderança do professor em sala de aula como formador de opiniões e de comportamentos,incluindo a responsabilidade e os riscos que esse papel pode representar.
O professor aconselhado pela sua mulher deseja encerrar sua experiência pedagógica, mudando o foco das aulas, mas diante da aceitação entusiasmada dos estudantes, resolve dar continuidade ao tema e percebe ao longo dos dias que a “onda” está fugindo do controle e o que era somente para aquela turma, acaba contagiando eenvolvendo toda escola. Os estudantes vão perdendo sua individualidade, sujeitando-se ao domínio do grupo, hostilizando aqueles que discordam de suas posições.
Quando começam surgir desencontros ideológicos no comportamento do conjunto da classe, duas estudantes procuram alertar o professor e a escola sobre esses desvios. No entanto, já é tarde para parar. Vários aspectos da ideologia fascistahaviam penetrado na mente e no corpo dos jovens, que agora se achavam fortes e imbatíveis. E é durante uma partida de pólo aquático, em que uma briga generalizada, que o professor dá conta de que precisa encerrar sua experiência.
No final, todos reunidos no salão da escola, o professor resolve terminar o movimento com o seguinte discurso: “Vocês trocaram sua liberdade pelo luxo de se sentiremsuperiores. Todos vocês teriam sido bons nazifascistas. Certamente iriam vestir uma farda, virar a cabeça e permitir que seus amigos e vizinhos fossem perseguidos e destruídos. O fascismo não é uma coisa que outras pessoas fizeram. Ele está aqui mesmo em todos nós. Vocês perguntam: como que o povo alemão pode ficar impassível enquanto milhares de inocentes seres humanos eram assassinados? Como alegar...
tracking img