Refletindo sobre a história da educação no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1963 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
REFLETINDO SOBRE A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

Introdução
O presente texto tem por objetivo refletir sobre a história da educação no Brasil,
tendo em vista as suas varias concepções de ensino a longo da história, bem como entender
a partir do passado a educação da atualidade. Em primeiro momento será apresentado um
pequeno contexto histórico, no segundo momento pretende-se refletirsobre os conflitos
entre as diferentes posturas de ensino e por fim refletir sobre a teoria da complexidade e a
sua relação com a educação contemporânea.
Contexto Histórico
A formação do Brasil implica necessariamente na estruturação de nosso modelo de
ensino porque desde os primeiros anos de nossa descoberta sofremos da falta de estrutura e
investimento nessa área. Contudo, além docomponente histórico que parece ser de comum
aceitação, aparece o problema do modelo pedagógico adotado. Neste aspecto ocorre uma
polarização e até uma divisão tripla se quisermos englobar a escola técnica (anos 70). Ou
seja, as posturas mais adotadas em nosso país são justamente a pedagogia tradicional
(método fonético) e a escola nova (construtivismo).
Segundo XAVIER de um lado está aescola tradicional, aquela que dirige que modela, que é
‘comprometida’; de outro está a escola nova, a verdadeira escola, a que não dirige,
mas abre ao humano todas as suas possibilidades de ser. É portanto,
‘descompromissada’. É o produzir contra o deixar ser; é a escola escravisadora
contra a escola libertadora; é o compromisso dos tradicionais que deve ceder lugar
à neutralidade dosjovens educadores esclarecidos (XAVIER, 1992: 13).


Aparentemente temos a impressão de que o grande problema de nossa deficiência
educacional se resume a o problema da rigidez do modelo tradicional de ensino, mas ao
aprofundarmos nossa investigação constáramos que a péssima qualidade de ensino presente
nas escolas do Brasilacontece devido, em parte tanto a falta de estrutura educacional
adequada como pela desestruturação das poucas bases presentes na pedagogia tradicional,
causada pela critica dos escolanovistas, que acreditavam piamente que puramente pela
crítica se atingiria uma melhoria no aprendizado.
No entender de SAVIANI a escola tradicional procurava ensinar e transmitia
conhecimento, a escola novaestava preocupada em apenas considerara o aprender a
aprender. E posteriormente a escola técnica detinha-se em simplesmente considerar
necessário o ensino da técnica. Até o inicio do século XX a educação no Brasil esteve
praticamente abandonada, no entender de ROMANELLI:
a economia colonial brasileira fundada na grande propriedade e não na mão-de-obra escrava teve implicações de ordem sociale política bastante profundas. Ela
favorece o aparecimento da unidade básica do sistema de produção, de vida social e
do sistema de poder representado pela família patriarcal (ROMANELLI, 2001: 33).
Assim, a educação no Brasil caminhou por veredas tortuosas desde o inicio,
reservada a uma elite dominante e totalmente exploradora, sempre esteve voltada a
estratificação e dominaçãosocial. Esteve arraigada por diversos séculos em nossa
sociedade a concepção de dominação cultural de uma parte minúscula da mesma,
configurado-se na idéia básica de que o ensino era apenas para alguns, e por isso os demais
não precisariam aprender.
As oligarquias do período colonial e monárquico estavam profundamente
fundamentadas na dominação via controle do saber. Caracterizou-senesse período
colonial, bem como no monárquico, um modelo de importação de pensamento,
principalmente da Europa e consequentemente a matriz de aprendizagem escolar fora
introduzida no mesmo momento. Nas palavras de ROMANELLI, foi a família patriarcal
que favoreceu, pela natural receptividade, a importação de formas de pensamento e idéias 3
dominantes na cultura medieval européia, feita...
tracking img