Redutor de velocidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10067 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2) INTRODUÇÃO

Redutor de velocidade é um dispositivo mecânico que reduz a rotação de um acionador. Seus principais componentes são basicamente: Eixos de entrada e saída, rolamentos, engrenagens e carcaça. O redutor de velocidade é utilizado quando é necessária a adequação da rotação do acionador para a rotação requerida no dispositivo a ser acionado. Existem diversos tipos e configurações deredutores de velocidade, sendo os mais comuns os redutores de velocidade por engrenagens, que é o caso do projeto em questão.
No caso de um torque máximo a ser utilizado numa condição de trabalho aceitável, temos o objetivo de assegurar a integridade física dos elementos de máquinas que compõem o redutor e um funcionamento perfeito até o proposto de sua manutenção. A partir da peça mais frágil daestrutura, buscaremos focalizar na análise da probabilidade de falha em caso de esforços incompatíveis com a estrutura.
As variantes: motor x redutor x máquina não estão sendo levadas em consideração, pois o objetivo do estudo esta relacionado somente à estrutura integral do redutor de velocidade.

2.1) O OBJETIVO DA ANÁLISE DE PREVENÇÃO DA FALHA EM UM PROJETO MECÂNICO
Para um bomdesenvolvimento do produto e uma boa vida útil, o projetista deve acima de tudo, conhecer as técnicas de análise e também o processo de dimensionamento dos componentes. Por que somente uma análise detalhada e um dimensionamento correto de componentes podem garantir a integridade da máquina durante toda sua vida útil.
Assegurar que o projeto proposto funcionará como pretendido de modo seguro e confiável,durante sua vida útil prevista e, ao mesmo tempo competir de forma bem sucedida no mercado são as principais responsabilidades do projetista. Isto visa à eliminação da possibilidade de ocorrência de falha na mão do cliente.

2.2) ESCOAMENTO E DEFORMAÇÃO ELÁSTICA

Empiricamente uma força ou tensão axial introduzida em um elemento de máquina, seja este uma mola ou não, causa alguma deformação nocomprimento do elemento.
Para uma grande classe de materiais se conhece a relação força VS deformação, pela qual determina se houve uma tensão aplicada no eixo maior que o Limite de Escoamento destes materiais. Esta relação se comporta da seguinte forma:

P=kx

Sabendo que k é a constante da mola e a variação do comprimento causada pela força aplicada é:

x=δf=lf-lo

Caso Linear
Onde lf éo comprimento da barra após uma força axial F ter sido aplicada, lo é o comprimento inicial da barra e δf é a deformação elástica produzida pela força. Para que a integridade física dos componentes se mantenha, é importante enfatizar que todos os componentes reais de uma máquina ou equipamento devem se comportar como molas.

Figura 1. Tensão x Deformaçãofonte: BEER, 3ª Ed.
2.3) CRITÉRIO DA FALHA
Neste projeto focaremos nossas análises nos elementos principais da máquina, em seus pontos mais fracos, a fim de elucidar e garantir valores de trabalho e de funcionamento condizentes com sua estrutura, neste caso, ainda não conhecidos. Para isso utilizaremos o critério da análise da tensãode Escoamento, no intuito de prevenirmos a ruptura dos componentes ou sua deformação plástica e/ou falha mecânica.
Devido o desconhecimento do ponto de partida do projeto, dimensionaremos as condições ideais de trabalho baseados no cálculo dos esforços máximos suportados antes da falha, e utilizando interações, adequaremos os valores até o componente mais frágil estruturalmente.

2.4) ANÁLISEDAS FORÇAS
É importante ter atenção no modo como as forças e os momentos são aplicados, como são transmitidos através do corpo ou da estrutura e como eles reagem. Os sistemas aplicados variam em função do tempo e dependendo do tipo de padrão das tensões, pode haver mudanças na peça da máquina considerada. Através do Diagrama de Corpo Livre podem ser visualizadas as linhas de forças contínuas que...
tracking img