Redes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2594 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESAB – ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES

ÉRICK LEITE WERNECK

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES

RIO DE JANEIRO
2011
ÉRICK LEITE WERNECK

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES

Resumo Crítico-Analítico para conclusão do módulo de Introdução a Redes de Computadores na instituição ESAB - Escola Superior Aberta doBrasil

RIO DE JANEIRO
2011
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 4
2. SISTEMA OPERACIONAL DE REDE 4
3. TOPOLOGIAS 5
4. MEIO FÍSICOS DE TRANSMISSÃO 6
5. ROTEADORES 7
6. REPETIDOR E PONTE 7
7. CONCLUSÃO 8
8. REFERÊNCIAS 9

INTRODUÇÃO

Podemos definir uma rede como a interligação de vários computadores com o intuito de compartilhar recursos de hardware e software e informações,independente da distância.

Os computadores eram máquinas caríssimas que centralizavam em um único ponto o processamento das aplicações de vários usuários, e muitas vezes de toda uma organização. Com redução de custos do hardware e introdução dos microcomputadores no cenário da informática, a estrutura centralizada cedeu lugar a uma estrutura totalmente distribuída o que acarreta uma série deproblemas. Dentre os problemas, destaca-se a duplicação desnecessária de recursos de hardware (impressoras, discos, etc.) e de software (programas, arquivos de dados etc.). Nesse cenário surgiram as redes de computadores, onde um sistema de comunicação foi introduzido para interligar os equipamentos de processamentos de dados, antes operando isoladamente, com o objetivo de permitir ocompartilhamento de recursos.

SISTEMA OPERACIONAL DE REDE

As modificações nos hardware em favor das redes implicaram de ajustes nos Sistemas Operacionais, adaptando-o para o novo ambiente de processamento.
Os computadores antes funcionavam isoladamente, e já existiam seus respectivos Sistemas Operacionais Locais (SOL). Portanto o software introduzido para fornecer novos serviços foiperturbar o menos possível o ambiente local principalmente na interface que este ambiente oferecia a seus usuários. Assim surgiram os Sistemas Operacionais de Redes (SOR), como extensão dos Sistemas Operacionais Locais (SOL), complementando os com o conjunto de funções básicas, e de uso geral necessárias à operação das estações de forma a tornar transparentes o uso dos recursos compartilhados.Um sistema operacional de rede é um conjunto de módulos que ampliam os sistemas os sistemas operacionais completando-os com um conjunto de funções básicas, e ou de uso geral, que tornam transparente o uso de recursos compartilhados da rede. Ele controla os sistemas e dispositivos dos computadores em uma rede e permite que se comuniquem uns com os outros.

O modelo de operação dosistema operacional de rede é o modelo Cliente/Servidor e os tipos de arquiteturas são Peer-to-peer e Cliente/Servidor. O sistema Cliente/Servidor na parte do Cliente que possui características mais simples, voltadas para a utilização dos serviços, enquanto a parte Servidor possui mais quantidade de recursos com o único propósito de serem disponibilizados aos clientes da rede.
A transparênciados requisitos é fundamental nos Sistemas Operacionais de Redes. Nesse sentido os SOR’s devem atuar de forma que os usuários utilizem os recursos de outras estações da rede como se estivessem operando localmente.
A solução encontrada para estender o Sistema Operacional das estações da rede, sem modificar sua operação local, foi a introdução de um módulo redirecionador. O redirecionadorfunciona interceptando as chamadas feitas pelas aplicações ao Sistema Operacional Local, desviando aquelas que dizem respeito a recursos remotos para o módulo do Sistema Operacional em Rede, responsável pelos serviços de comunicação que providenciam ao dispositivo remoto.
Para as aplicações de usuário a instalação do Sistema Operacional de Rede é percebida apenas pela adição de novos recursos...
tracking img