Redes sociais - riscos e oportunidades

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O presente trabalho coloca a tónica nas condutas de risco e na promoção da segurança online, fundada, em parte, pela literacia digital.
O enquadramento teórico do estudo assentou em quatro pilares: criança, internet, literacia, risco. Neste âmbito valorizou-se a compreensão das crianças enquanto agentes activos que se apropriam dos usos online e os modelam à sua medida.
Entre osconceitos chave destacam-se os de literacia digital; prevenção do risco; redes sociais (MySpace, hi5, Facebook, Flickr, Friendster, Orkut, MSN Spaces e You Tube). Para orientar a reflexão em torno dos mesmos seguiu-se, de perto, o pensamento e o trabalho de Sonia Livingstone, David Buckingham e Cristina Ponte.

Objectivos:
Tendo presente as recomendações da Carta Europeia para uma Literacia dosMedia, são objectivos desta investigação:
1. Promover a consciencialização de usos dos media, incluindo os novos media, na perspectiva dos direitos de expressão e cidadania, com referência à Convenção sobre os Direitos da Criança (em particular, art. 13º; e art 17º).
2. Identificar e, se possível evitar, conteúdos e serviços mediáticos que possam ser indesejados, ofensivos ou prejudiciais econfrontá-los;
3. Possibilitar à criança o desenvolvimento de uma postura crítica e analítica dos media.
4. Estimular a criança a procurar, receber e expandir informações e ideias de toda a espécie sob forma oral, escrita, impressa ou artística.





1. Questões de Investigação
Os riscos a que as crianças estão sujeitas quando estão online são susceptíveis de serem minimizados mediante apromoção da literacia digital a partir dos 6-9 anos?

Qual o relevo dado pelos mais novos às redes sociais (MySpace, hi5,Facebook, Flickr, Friendster, Orkut, MSN Spaces e You Tube) no cômputo geral dos seus usos online?

Qual a percepção do risco online que exprimem relativamente a cada um destes serviços de comunicação?

2. Enquadramento teórico
2.1 Crianças e Internet
Actualmente, osmedia desempenham um papel importante na vida social, política e cultural dos cidadãos em geral e das crianças em particular. A criança ao ligar a televisão tem acesso a vários programas televisivos direccionados para a sua faixa etária ou não, o que acontece com outras tecnologias da informação e comunicação (como o computador, internet, rádio ou jogos). Nesta medida, segundo vários investigadores, énecessário preparar as crianças a (con)viverem autonomamente com um ambiente mediático sempre presente e que poderá levar à necessidade de repensar o conceito de cidadania, como afirma Sara Pereira.
A Convenção dos Direitos da Criança diz-nos, no que diz respeito aos média, que a criança deve ter acesso à informação e a documentos provenientes de fontes nacionais e internacionais diversas,nomeadamente aqueles que visem promover o seu bem-estar social, espiritual e moral (art. 17º); o direito à liberdade de expressão (art. 13º); e o direito de exprimir livremente a sua opinião sobre as questões que lhe digam respeito (art. 12º).
Diversas organizações e estudos têm apontado diferentes definições de literacia em, ou da, informação. Uma frequentemente citada é da American LibraryAssociation, que entende como literacia da informação “a capacidade de acesso, avaliação e uso da informação proveniente de várias fontes” e diz que o individuo com competência de informação “deve ser capaz de reconhecer quando a informação é necessária e ter as capacidades para a localizar, avaliar e usar eficazmente” (ALA,1989)
Christiana Dotle (1992) sustenta que uma pessoa literada em informação temque apresentar o seguinte perfil: reconhecer a necessidade de, face a uma questão, dispor de informação; reconhecer que a informação correcta e precisa constitui a base de uma tomada de decisão inteligente; identificar potenciais fontes de informação; desenvolver estratégias para pesquisa de informação com sucesso; aceder a fontes diversificadas, mesmo dependente do uso da tecnologia; avalia a...
tracking img