Redes p2p

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3548 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Componente:
Alysson

Sistemas de Informação – 6º Período – 2/2010
Redes de Computadores

Introdução

O P2P ou Peer-to-Peer (Par-a-Par) é uma tecnologia para estabelecer uma espécie de rede de computadores virtuais, onde cada estação possui capacidades e responsabilidades equivalentes. Difere da arquitetura cliente/servidor, no qual algunscomputadores são dedicados a servirem dados a outros.

Porém, o termo tornou-se popular com o surgimento de aplicações de compartilhamento de arquivo, em outras palavras, programas que possibilitam a distribuição de arquivos em rede, permitindo o acesso de qualquer usuário dessa rede a este recurso.

  Contextualização

A demanda por serviços na Internet vem crescendoa uma escala que só pode ser limitada pelo tamanho da população mundial. Um dos objetivos dos sistemas peer-to-peer é permitir o compartilhamento de dados e recursos numa larga escala eliminando qualquer requisito por servidores gerenciados separadamente e a sua infra-estrutura associada.

Sistemas peer-to-peer têm o propósito de suportar sistemas e aplicações distribuídas utilizando osrecursos computacionais disponíveis em computadores pessoais e estações de trabalho em número crescente. Isso tem se mostrado bastante atrativo, já que a diferença de performance entre desktops e servidores tem diminuído, e as conexões de banda larga têm se proliferado.

Histórico

A computação P2P (Peer-to-Peer) é um resultado da tendência natural dedescentralização em engenharia de software junto com o crescimento da disponibilidade de tecnologia para a criação de redes poderosas.
A tendência das ultimas décadas foi impulsionada por necessidades como a integração de aplicações empresariais, o que impulsionou a substituição dos sistemas monolíticos por sistemas distribuídos. O crescimento da computação distribuída era inibida pelafacilidade do gerenciamento de aplicações centralizadas, mas com o crescimento da Internet, seguida pela ascensão da importância de transações B2B (Business to Business), a computação distribuída acabou se tornando uma necessidade.

Da perspectiva tecnológica, surgiram redes de computadores poderosas, com milhões de usuários como a Internet, e a banda se tornou cada vez mais barata e maior. Esabe-se que para ser efetiva, a computação P2P requer a disponibilidade de inúmeros pontos interconectados, já que quanto mais recursos disponíveis, mais poderosa se torna a rede P2P.

Essas duas tendências combinadas formam um ambiente perfeito para o desenvolvimento de aplicações P2P. Mas o apelo social também foi fundamental, muito do interesse atual pela computação P2P é resultado dapopularidade de produtos como o Napster, Gnutella, Kazaa, entre outros. Eles geraram aplicações que colocaram um subconjunto da tecnologia P2P ao alcance de milhares de usuários. E esta primeira experiência, mostrou todo o poder do paradigma P2P ao universo de usuários.

Mas computação P2P não é uma novidade surgida nos anos 90 como muitos pensam. O termo P2P pode ser uma coisa nova, mas a tecnologiabásica vem dos tempos da USENET e da FidoNet, duas redes completamente descentralizadas que fizeram sucesso , e de sistemas como o conhecido Domain Name System (DSN).

A USENET foi criada em 1979, era uma aplicação distribuída que provia newsgroups.No começo era o trabalho de dois estudantes de graduação Tom Truscott e Jim Ellis. Na época não existia nada sobre-demanda como a Internet queconhecemos. Arquivos eram trocados em batch sobre linhas telefônicas. Conseqüentemente não existia uma forma efetiva de centralizar a função da USENET. O resultado natural foi uma aplicação distribuída extremamente descentralizada.

A outra rede de sucesso foi a FidoNet, que como a USENET era uma aplicação distribuída descentralizada para troca de mensagens. FidoNet foi criada em 1984 por...
tracking img