Recusos humanos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5346 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3
2 GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES NO CENARIO ECONÔMICO ATUAL 4
2.1 teorias da administração 4
2.1.1 Relações Interpessoais 8
2.1.1.1 Tecnologia e Desenvolvimento Humano 12
2.1.1.1.1 AANALISE ECONOMICA E SOCIAL 15
3 CONCLUSÃO 19
REFERÊNCIAS 21
APÊNDICES 22
APÊNDICE A – Instrumento de pesquisa utilizado na coleta de dados 23
ANEXOS 24
ANEXO A – Título do anexo 25
INTRODUÇÃO

As organizações buscam constantemente superar problema que são ocasionados por conflitos pessoais, o que trazem na maioria das vezes perda de bons profissionais, clientes, gestores e fornecedores. Épor isso que é importante buscar compreender a interação humana nas organizações, proporcionando aprendizado, conhecimento, criatividade para obter a conectividade que nos leva ao sucesso profissional e pessoal.
Este profissional busca informar a importância de um bom relacionamento interpessoal, as necessidades sociais do ser humano, destacando como a interação das pessoas influência nocomportamento organizacional. Pretende discutir questões relacionadas às dificuldades de cada ser em especifico de relacionar-se com outros.
Acredita-se que este projeto motivará as organizações a investir em métodos e programas para o desenvolvimento humano.




GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES NO CENARIO ECONÔMICO ATUAL

Analisando diversos conceitos, foi verificado que há condições de seefetuar uma
relação em ordem cronológica sobre os conceitos de Ativo, descrito por vários autores no decorrer dos tempos, como exemplo podemos destacar Panton (1924), apud Iudícibus (1997: 94) “Ativo é qualquer contraprestação ou não, possuída por uma empresa e que tenha valor para ela”; aqui o autor destacou o valor e o poder de troca que os mesmos terão, pois do contrário não teria sentidofigurar em seu patrimônio. Outro conceito bem atual defendido por Iudícibus & Marion (1999: 145), “Ativo, pode ser conceituado como algo que possui um potencial de serviços em seu bojo, para a entidade capaz, direta ou indiretamente, mediata ou no futuro, de gerar fluxos de caixa”.
O ativo para ser considerado como tal, deve trazer consigo algo que possa ser utilizado pela empresa e que possaauxiliar na geração de resultados pelo menos dentro do prazo de sua vida útil.
Analisando vários outros conceitos com diferentes enfoques e pontos de vista, pode-se verificar que a maioria deles se diferencia, referindo-se às características, função e finalidade dos ativos, principalmente referindo-se à evolução temporal.
Na relação abaixo serão destacadas características, funções e finalidades dosativos, extraídos dos diversos conceitos analisados.

1 teorias da administração

Teoria é o conjunto de suposições inter-relacionadas para explicar o que se pretende, e depende da capacidade desta explicação para resolver problemas concretos e prover uma base para planejar (LACOMBE, 2003).

No campo da Administração, de acordo com Lacombe (2003, p. 37), as teorias são “um conjunto deprincípios e prescrições que visam facilitar a realização dos objetivos das organizações e serão mais ou menos válidos na medida em que isso efetivamente ocorrer”.
Cada teoria foi criada possuindo uma “abordagem” e, significa dizer que, cada estudo que se transformou em uma teoria teve um enfoque, uma maneira de enfatizar ou evidenciar os valores e relações econômicas, sociais e políticas da época em queforam criadas.
Segundo Maximiano, (2007), as teorias administrativas são conhecimentos organizados e produzidos pela experiência prática das organizações e são fundamentadas como um conjunto de afirmações e regras, feitas para formatar o que se verifica como realidade.
Algumas teorias que foram criadas contêm princípios de outras teorias que são válidos atualmente, nas quais se baseiam, não...
tracking img