Recursos naturais na praia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3907 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
23º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental

VI-031 - CENÁRIO ATUAL DA EXPLORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS NA PRAIA DE PONTA NEGRA
Emília Margareth de Melo Silva(1) Engenheira Sanitarista pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Mestre em Engenharia Sanitária pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Técnica em Saneamento pela ETFRN (CEFET/RN). Estudante dePós-graduação no curso de especialização em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável na Universidade Potiguar (UnP). Consultora em Resíduos Sólidos. Endereço(1): Rua Dr. Orlando de Azevedo, no 2027- Capim Macio. Natal/RN. CEP: 59082-050 - Brasil. e-mail: emilia.ms@uol.com.br RESUMO Este trabalho mostra os muitos aspectos do conhecido cartão postal da cidade de Natal: “a praia de Ponta Negra”,que encanta moradores e turistas nacionais e estrangeiros pela sua beleza cênica que apresenta. A praia de Ponta Negra com 5 km de extensão está localizada no bairro de mesmo nome, situado na zona sul da cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte. O bairro possui uma população com aproximadamente 23.600 habitantes, faz limite com as Zonas de Proteção Ambiental ZPA-2, ZPA-5 e ZPA6. Aacelerada urbanização do final dos anos 90 se encarregou de transformar a paisagem e mudar os hábitos dos freqüentadores do local. Do seu ar bucólico, a praia de Ponta Negra passou em cinco décadas a ser urbana. Sendo uma das mais badaladas e mais visitadas por turistas do litoral potiguar. Com isso, começaram a surgir vários problemas, tais como: insegurança, prostituição, poluição e adegradação ambiental. A partir dos resultados obtidos neste estudo, propõe-se a elaboração de medidas mitigadoras, a fim de minimizar as questões impactantes geradas pelas atividades desenvolvidas na praia de Ponta Negra, partindo de uma analise local. sugerem-se instrumentos de controle, monitoramento e fiscalização, a realização das ações para o desenvolvimento de uma Gestão Ambiental, envolvendo todos ossegmentos do Poder Público. PALAVRAS-CHAVE: Degradação Ambiental, Recursos Naturais, Urbanização, Desenvolvimento, Gestão Ambiental.

INTRODUÇÃO Conhecido cartão postal da cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, a Praia de Ponta Negra encanta moradores e turistas nacionais e estrangeiros pela sua beleza cênica que apresenta. A descoberta da praia de Ponta Negra pode teracontecido no mesmo ano da fundação de Natal, em 1599. Uma das primeiras referências históricas é a descrição do período da ocupação holandesa de 1633, a Cartografia do Estado. Registros de 1877 dão conta de uma casa de oração no povoado de Ponta Negra, e de uma escola pública só para homens. O primeiro nome da localidade foi Cabo de São Roque, depois passou a se chamar Ponta Preta, isto graças àquantidade de pedras vistas de cima da estrada. Depois Ponta Negra caiu no gosto popular por ser mais sonoro. Estima-se que até o século passado, a Vila de Ponta Negra era habitada por indivíduos ligados à atividade pesqueira. Contudo, havia o trabalho das rendeiras e os roçados para auxiliar na economia doméstica dos moradores. Em 1956, havia 500 hectares de terras cultivadas em sistema comunitário.Porém devido à “grilagem” parte delas foram doadas ao clero de Natal. Em 1964, outra parte foi doada ao Ministério da Aeronáutica para a construção da Barreira do Inferno. O que levou a população a subsistir dos biscates, do artesanato, de barracas de praias, além da pesca. Praia deserta, só se ouvia o quebrar das ondas do mar calmo da praia e o balançar das folhas dos coqueiros atiçadas pelo vento.Transitavam pela praia poucos banhistas. Assim era a praia no início dos anos 50. O acesso à praia era difícil e a área era reservada, a estrada era de barro e praticamente intrafegável, não havia meios de transporte coletivo. O Morro do Careca, que não era tão calvo ainda, era a principal opção de lazer. Subir e descer a duna eram a maior diversão.

ABES - Associação Brasileira de...
tracking img